Diário de São Paulo
Siga-nos
Celebridade

Atriz Ana Hikari aponta para 'abordagem racista' por parte da Globo na novela 'Cara e Coragem'

Artista afirmou que emissora faz práticas de "yellowface" e "whitewashing" em suas produções

A atriz ganhou apoio dos internautas em seu protesto contra atitude da emissora - Imagem: Reprodução/Instagram @_anahikari
A atriz ganhou apoio dos internautas em seu protesto contra atitude da emissora - Imagem: Reprodução/Instagram @_anahikari

Publicado em 05/08/2022, às 18h43 Mateus Omena


A atriz Ana Hikari, 27, conhecida por interpretar Tina em "Malhação: Viva a Diferença" (TV Globo), criticou a emissora nas redes sociais por apresentar uma "abordagem racista" na novela "Cara e Coragem".

O posicionamento de Ana surgiu após o Gshow, site de entretenimento do Grupo Globo, divulgar imagens dos próximos capítulos da novela das sete, em que os personagens Pat (Paolla Oliveira) e Moa (Marcelo Serrado) serão dublês de Ana Clara e Bruno de Luca. Nas cenas, o quarteto de atores usa roupas e acessórios que fazem alusão a culturas orientais.

Ana Hikari
Globo apresenta o personagem de Paolla Oliveira com estereótipos de povos asiáticos. Imagem: Reprodução/TV Globo

"Pat e Moa serão convocados para uma nova gravação em 'Cara e Coragem'. Desta vez, eles serão os dublês de ação de ninguém mais, ninguém menos que Ana Clara e Bruno de Luca, num set todo inspirado na cultura oriental. Eu já amei", diz a publicação da emissora no Instagram.

No entanto, Ana Hikari não reagiu bem à novidade e se manifestou em seu perfíl no Twitter usando emoticons de “palhaço” para ilustrar a sua crítica à publicação.

"Esse 'emoticon' é a minha foto do crachá de atriz contratada da casa cada vez que a empresa faz uns yellowface/whitewashing/abordagens racistas e eu tenho que fingir que tá tudo certo", escreveu a atriz, que faz parte do quadro de atores da emissora.

Por definição, Yellowface é um termo em inglês que se refere à prática de diretos e produtores de elenco de escalar atores brancos para interpretar personagens asiáticos, baseando-se em estereótipos raciais. Já o Whitewashing tem significado similar, mas refere-se à escolha de atores brancos para interpretar personagens de outras raças, em geral.

A atriz também deixou um comentário em tom de crítica na publicação do Gshow no Instagram: "Poxa, gente? Assim fica difícil te defender, Glô? Faz isso comigo, não", escreveu.

Diversos internautas ficaram sensibilizados com o protesto de Ana e concordaram com a crítica feita pelo atriz ao uso de estereótipos de povos asiáticos, falta de representatividade desses grupos nas produções e outras práticas de conotação racista.

"Cultura dos outros não é fantasia não, viu?! Existem centenas de atores amarelos chineses (e dublês também, diga-se de passagem), que poderiam fazer "participação especial". Errou rude novamente! Yellowface é racismo escancarado e normalizado", disse um usuário.

"Cadê a representatividade amarela? Temos atores e atrizes amarelas talentosíssimas!", questionou uma internautas.

Até o momento, não houve posicionamento da TV Globo sobre o caso.

Ana Hikari
Imagem: Reprodução/TV Globo

Compartilhe  

Tags