Diário de São Paulo
Siga-nos
O bolso agradece

Petrobras mantém paridade internacional e quer equilíbrio para competir preço do combustível; saiba mais

O equilíbrio, segundo o Conselho, deverá ser a base para o preço competitivo. O Conselho acabou mantendo a política de preço no PPI

Conselho da Petrobras quer equilíbrio no preço pratcado, mas mantém paridade internacional - Imagem: Freepik
Conselho da Petrobras quer equilíbrio no preço pratcado, mas mantém paridade internacional - Imagem: Freepik

Publicado em 27/07/2022, às 16h36 Jair Viana


O Conselho da Petrobras decidiu criar durante reunião nesta quarta-feira (27), uma outra orientação para composição dos preços para o mercado interno.

A nova orientação estabelece que a diretoria da empresa apresente a cada trimestre, a evolução dos preços praticados e a posição  da Petrobras no mercado. A norma se aplica ao diesel, a gasolina e o gás de cozinha.

Outra decisão do Conselho foi manter a política de preços dos combustíveis sob comando da diretoria executiva da empresa. Os conselheiros também impuseram uma medida que exige mais da diretoria executiva.

O equilíbrio, segundo o Conselho, deverá ser a base para o preço competitivo. O Conselho acabou mantendo a política de preço de paridade de importação, o PPI, que dá o balanceamento nos valores praticados pela Petrobras para os de importação.

Trecho do documento emitido pelo Conselho nesta tarde detalha a principal decisão.

“Os procedimentos relacionados à execução da política de preço, tais como, a periodicidade dos ajustes dos preços dos produtos, os percentuais e valores de tais ajustes, a conveniência e oportunidade em relação a decisão dos ajustes dos preços permanecem sob a competência da Diretoria Executiva”, diz.

Houve até uma tentativa do governo de mudar a execução da política de preços para o conselho de administração, já que hoje, quem dá as cartas sobre o valor e a frequência dos aumentos é o comitê, formado pelo presidente e diretores da estatal. O presidente Jair Bolsonaro (PL)conseguiu colocar pelo menos 8 integrantes no novo comitê.

Compartilhe