Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

City lidera ranking de clubes mais ricos do mundo pela primeira vez

Publicado

em

City lidera ranking de clubes mais ricos do mundo pela primeira vez

Clube britânico subiu 6 posições após cravar maior receita de 2020/21

O Manchester City liderou o ranking de clubes mais ricos do mundo da Deloitte pela primeira vez após se tornar o time de futebol que obteve a maior receita na temporada 2020/21, que foi afetada pela pandemia da covid-19.City lidera ranking de clubes mais ricos do mundo pela primeira vezCity lidera ranking de clubes mais ricos do mundo pela primeira vez

O Barcelona, que era o líder anterior, caiu para quarto lugar na 25ª edição da tabela – a posição mais baixa do clube espanhol desde 2013/14.

O City, de propriedade de Abu Dhabi e com vários patrocinadores ligados aos proprietários, teve receita de 644,9 milhões de euros (o equivalente a R$ 3,5 bilhões), subindo seis posições.

Os atuais campeões e líderes da Premier League inglesa são apenas o quarto clube diferente a liderar a lista da Deloitte, depois de Barcelona, Real Madrid e Manchester United.

O Real Madrid (640,7 milhões de euros) ficou em segundo e o Bayern de Munique (611,4 milhões) foi o terceiro. O Manchester United ficou em quinto, seu lugar mais baixo até hoje, e o Paris Saint-Germain foi o sexto, enquanto o Liverpool ficou em sétimo.

O campeão europeu Chelsea, agora à venda após as sanções impostas ao bilionário russo Roman Abramovich após a invasão russa da Ucrânia, foi o oitavo colocado.

Onze dos 20 primeiros clubes são da Premier League inglesa, a maior proporção de sempre, com o Wolverhampton Wanderers entrando pela primeira vez na lista, na 17ª posição.

O relatório disse que os clubes da lista perderam mais de dois bilhões de euros de receita desde meados da temporada 2019/20 até o final da temporada 2020/21 devido à covid-19, levando a receita de volta aos níveis de quase cinco anos atrás.

.

 

.

 

.

Agencia Brasil

mais lidas