Diário de São Paulo
Siga-nos

Cidade de SP aplica dose de reforço contra Covid em idosos acima de 70 anos nesta quinta

A cidade de São Paulo aplica nesta quinta-feira (30) a dose adicional da vacina contra a Covid-19 em idosos acima de 70 anos que tomaram a segunda dose há

Cidade de SP aplica dose de reforço contra Covid em idosos acima de 70 anos nesta quinta
Cidade de SP aplica dose de reforço contra Covid em idosos acima de 70 anos nesta quinta

Publicado em 30/09/2021, às 00h00 - Atualizado às 08h20 Redação


A cidade de São Paulo aplica nesta quinta-feira (30) a dose adicional da vacina contra a Covid-19 em idosos acima de 70 anos que tomaram a segunda dose há mais de seis meses.

Este grupo, estimado em 174.198 pessoas, será vacinado prioritariamente com o imunizante da Pfizer.

A vacinação também estará disponível para pessoas imunossuprimidas com mais de 18 anos que tenham tomado a última dose do esquema vacinal (segunda dose ou dose única) há pelo menos 28 dias. Esse grupo tem cerca de 18 mil pessoas.

Toda a rede estará em operação para a vacinação nesta terça para atender todos os públicos elegíveis também para primeira e segunda doses: 468 Unidades Básicas de Saúde (UBSs); megapostos com acesso a pedestres, postos que funcionam exclusivamente em sistema drive-thru e a rede de farmácias parceiras. A vacina também está disponível em AMAs/UBSs Integradas, unidades do Serviço de Atenção Especializada (SAE) e nos Centros de Saúde. (Veja a lista completa dos endereços)

Pelo Filômetro, é possível acompanhar a situação de espera nos postos que estão em funcionamento na cidade. No site, também é possível conferir quais vacinas estão disponíveis para aplicação de segunda dose em cada unidade.

Os idosos com mais de 60 anos e trabalhadores da saúde com mais de 18 anos, exceto gestantes e puérperas, podem fazer a inscrição para a xepa nas UBSs, para receber as doses de reforço.

Segunda dose da AstraZeneca

Na terça-feira (28), a cidade de São Paulo registrou falta de doses da AstraZeneca em 86% dos pontos de vacinação contra Covid-19. O problema tem sido recorrente desde o início do mês, quando 100% dos postos chegaram a ficar desabastecidos

Segundo o instrutivo da prefeitura atualizado na terça, em caso de desabastecimento para completar o esquema vacinal, os profissionais de saúde estão liberados para realizar a intercambialidade de vacinas, ou seja, aplicar a Pfizer no lugar da segunda dose de AstraZeneca.

Veja o calendário atualizado de vacinação nesta quinta (30)

  • Para a dose de reforço, pessoas com alto grau de imunossupressão com mais de 18 anos que tomaram a última dose do esquema vacinal (segunda dose ou dose única) há pelo menos 28 dias;
  • Para a dose de reforço, idosos com mais de 70 anos que tomaram a última dose do esquema vacinal (segunda dose ou dose única) há pelo menos 6 meses;
  • Indígenas aldeados também recebem doses de reforço;
  • Para a primeira dose, adolescentes a partir de 12 anos;
  • Idosos com mais de 60 anos podem fazer a inscrição nas UBSs para receber as doses remanescentes, a chamada xepa. Vale para quem tomou a segunda dose há mais seis meses na capital. Para isso, é preciso apresentar o comprovante de vacinação com ciclo vacinal completo, documento com foto e comprovante de residência.

.

.

.

.

.

G1

Compartilhe