Diário de São Paulo
Siga-nos
Belo x Denilson

Dívida milionária entre Belo e Denilson chama a atenção pelo valor; entenda polêmica

O cantor e o ex-jogador se enfrentam na Justiça por quase 20 anos

A Justiça de SP mandou bloquear R$ 7 milhões de show de Belo por dívida com Denilson - Imagem: reprodução Instagram @belo / @denilsonshow
A Justiça de SP mandou bloquear R$ 7 milhões de show de Belo por dívida com Denilson - Imagem: reprodução Instagram @belo / @denilsonshow

Publicado em 21/07/2022, às 15h00 Vitória Tedeschi


O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que, até R$ 7 milhões que sejam arrecadados com os ingressos de um show do cantor Belo, que será realizado em agosto, sejam entregues para o ex-jogador Denilson, por causa de uma dívida judicial entre os dois.

O show que acontecerá no dia 20 de agosto, no Pacaembu, ao lado de Thiaguinho, terá parcela enviada para o comentarista da Bandeirantes e teve a decisão publicada na última terça-feira (19) pela 5ª Vara Cível do Foro de São Bernardo. A determinação do tribunal é de que as empresas promovam o depósito judicial "até o limite do valor incontroverso do débito", de exatos R$ 7.004.586,00.

Com entradas vendidas a partir de R$75, o documento diz ainda que deve ser informada à Justiça a quantidade de ingressos vendidos e quais os valores arrecadados.

O advogado de Belo, Marcelo Passos,  disse ao g1 que já entrou com recurso e que aguarda agenda com a relatora do processo para questionar o valor milionário que o ex-jogador cobra do cantor. Marcelo entende que a quantia é irregular.

Ele também ressaltou que, no momento, o valor está sob revisão do tribunal e não há bloqueio da receita bruta do evento, mas apenas de parte dos valores que seriam destinados ao artista.

A briga entre Denilson e Belo se arrasta há mais de 20 anos. Desde 1999, quando Denilson comprou os direitos comerciais do grupo de pagode Soweto, mas, em seguida, Belo anunciou a saída da banda, em 2000, para seguir carreira solo. 

Desde então, o ex-jogador levou o caso para a Justiça, alegando quebra de contrato por parte do cantor, e em diversas vezes já cobrou a dívida publicamente do cantor.

Em março deste ano, Denilson participou do podcast 'Ticaracaticast', apresentado pelos humoristas Carioca e Bola, e comentou sobre a dívida. "Não é normal esse maluco dever e viver vida normal sem me pagar. Resolveu tudo. Ele tem que chegar e falar: 'Qual é o seu pix?'. O cara é público, vai ali e faz show. E não chega com nada? Isso não é normal, isso é um retrato da sociedade brasileira hoje", disse o ex-jogador.

Compartilhe