Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Nathalie Moellhausen, cidadã do mundo, é a grande chance de pódio do Brasil no 1º dia

Publicado

em

Nathalie Moellhausen, cidadã do mundo, é a grande chance de pódio do Brasil no 1º dia

O Brasil tem a atual campeã mundial de esgrima. Nathalie Moellhausen, que nasceu na Itália e é neta de brasileiro, vai disputar na madrugada deste sábado a prova de esgrima das Olimpíadas de Tóquio de 2021 como uma das candidatas ao pódio, já que foi medalha de ouro no Campeonato Mundial de 2019. Neta de brasileira, a esgrimista optou por representar o Brasil a partir de 2014 e disputará os Jogos pela segunda vez, após ser quinta colocada na Rio 2016. As eliminatórias serão disputadas a partir das 21h (de Brasília) e as finais serão já no sábado, às 18hs.

LIGAÇÕES COM OS PAÍSES

 

Nathalie Moellhausen Mundial de esgrima Budapeste — Foto: Bizzi Team / FIE

Nathalie Moellhausen Mundial de esgrima Budapeste — Foto: Bizzi Team / FIE

Brasil – Nathalie representa o Brasil desde 2014; antes disso defendia a Itália, país onde nasceu. Sua avó materna nasceu no Brasil e, por isso, ela tem cidadania brasileira e pôde escolher mudar o país de representação na modalidade.

Itália – Local onde nasceu e seleção que defendeu no início na carreira. Tem, pelo país, o título mundial por equipes de 2009 e o bronze individual de 2010.

França – Nathalie mora há quatro anos em Paris, na França, um dos países mais tradicionais da esgrima.

Alemanha – O sobrenome que Nathalie usa, o Moellhausen, é de origem alemã e vem da família de seu avô paterno.

Argentina – Nathalie é casada com o argentino Natalio Simionato, que é um chefe de cozinha de família italiana.

Enciclopíadas: Dois atletas representam o Brasil na esgrima em Tóquio

Enciclopíadas: Dois atletas representam o Brasil na esgrima em Tóquio

Em 2013 eu achei que era o momento de começar a representar o Brasil, aí depois de uma conversa com a Confederação decidi que a partir dali iria participar das competições pelo Brasil
— Nathalie Moellhausen

EQUILÍBRIO

 

Nathalie Moellhausen veste o novo uniforme de esgrima desenhado por ela mesma — Foto: Divulgação

Nathalie Moellhausen veste o novo uniforme de esgrima desenhado por ela mesma — Foto: Divulgação

A prova de espada é uma das mais equilibradas de toda essa edição das Olimpíadas. São pelo menos 13 atletas com chances reais de medalha:

  • Ana Maria Popescu (Romênia) – líder do ranking mundial
  • Lin Sheng (China) – vice-campeã mundial em 2019
  • Sun Yiwen (CHN) – bronze nas Olimpíadas do Rio
  • Choi In-jeong (COR) – segunda do ranking mundial
  • Mara Navarria (ITA) – campeã mundial em 2018
  • Rossella Fiamingo (ITA) – vice-campeã olímpica em 2016
  • Vivian Kong (HKG) – bronze Mundial de 2019
  • Olena_Kryvytska (UCR) – bronze no Mundial de 2019
  • Coraline Vitalis (FRA) – campeã europeia 2019
  • Julia Beljajeva (EST) – campeã mundial de 2013
  • Katharine Holmes (EUA) – campeã dos Jogos Pan-Americanos 2019
  • Courtney Hurley (EUA) – bronze no Mundial de 2018
  • Zhu Mingye (CHN) – campeã asiática 2019

 

– A espada é muito equilibrada, tem muitas atletas que eu já ganhei, outras muitas de quem eu já perdi. A espada tem realmente muita gente com chance de medalha, todas as rodadas serão importantes – disse.

Nathalie Moellhausen Pan Lima 2019 — Foto: Wander Roberto/COB

Nathalie Moellhausen Pan Lima 2019 — Foto: Wander Roberto/COB

.

.

.

Fontes: Ge – Globo Esporte.

mais lidas