Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Dia a Dia

Você viu? Caçada por Lázaro, Witzel pede para sair na CPI, conta de luz mais cara.

Publicado

em

Você viu? Caçada por Lázaro, Witzel pede para sair na CPI, conta de luz mais cara.

Uma seleção de reportagens publicadas com as notícias de 14 a 18 de junho.

 

A saída antecipada de Wtzel na CPI da Covid após bate-boca com Flávio Bolsonaro. A caçada pelo criminoso Lázaro Barbosa. Entenda por que a conta de luz não para de subir.

 

 

Caçada por Lázaro

 

Mais de 200 policiais por terra e ar, agentes da Força Nacional, moradores que distribuem comida e disponibilizam internet para as equipes e até grupo de orações. Assim é a mobilização pela caçada ao foragido Lázaro Barbosa, que entra no 11º dia.

O homem de 32 anos é acusado de ter matado quatro pessoas de uma família do Distrito Federal, feito outras de reféns, invadido casas e estuprado mulheres na fuga que iniciou nas cidades do entorno do DF. Mesmo com a força-tarefa usando armas pesadas, tecnologia, drones e helicópteros, ele segue sem ser encontrado. Segundo especialistas, Lázaro conhece muito bem as áreas da mata e foge cruzando rios e, assim, iludindo os cães farejadores.

Em um dos dias, Lázaro chegou a ser visto por policiais, com quem trocou tiros, mas conseguiu fugir de forma cinematográfica. A polícia faz cerco e monta barreiras em estradas durante as buscas. Ele chegou a ser visto também escondido em um chiqueiro. Moradores de Cocalzinho de Goiás, onde se concentram as operações, relatam ter visto o homem nas ruas. Amedrontados, quem mora na área rural tem preferindo dormir na cidade.

No meio da semana, o governador do DF, Ibaneis Rocha, disse que o suspeito de chacina faz polícias do DF e de Goiás ‘quase como de bobas’. O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, disse que as buscas por Lázaro podem levar até um mês, mas que ele não escapará: ‘Está cercado’.

Lázaro comete crimes (e foge) desde 2007, quando foi preso na Bahia por duplo homicídio, segundo a polícia. Em 2018, numa das vezes em que conseguiram prendê-lo, Lázaro fugiu pelo teto da cela da cadeia. A investigação divulgou imagens de Lázaro para ajudar nas buscas

Semana na CPI

 

No dia mais quente da CPI da Covid na semana, Wilson Wtzel surpreendeu senadores com uma saída inesperada. Resguardado por uma decisão do Supremo Tribunal Federal (SFT), que havia lhe permitido, inclusive, não comparecer ou ficar em silêncio, o ex-governador do Rio de Janeiro pediu para sair. “Ele acabou de me comunicar que quer se retirar da sessão, e a gente não pode fazer absolutamente nada”, disse o presidente da CPI, senador Omar Aziz.

Mas não sem antes protagonizar momentos mais acalorados, como quando discutiu com o senador Flávio Bolsonaro chamando-o de mimado, e investir firmemente contra o presidente Jair Bolsonaro.

Quem também tinha o direito de não falar era Carlos Wizard, mas ele não compareceu. O empresário é considerado pela cúpula da CPI um dos integrantes do gabinete paralelo de aconselhamento a Bolsonaro durante a pandemia.Sua defesa alegou que eles está nos EUA acompanhando o tratamento de saúde de um familiar. Aziz pediu à Justiça condução coercitiva de Wizard à CPI e retenção do seu passaporte. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a condução coercitiva do empresário para prestar depoimento à CPI da Covid.

Já o depoimento do auditor do TCU Alexandre Figueiredo Marques, suspeito de ter produzido relatório falso sobre uma suposta “supernotificação” dos casos de Covid no país, foi adiado (e a data ainda não foi definida). Segundo Aziz, a decisão foi motivada pela votação em plenário da medida provisória que possibilita a privatização da Eletrobras.

Pandemia no Brasil

 

O Brasil voltou a registrar tendência de alta nas mortes por Covid após mais de 2 meses. São quase 500 mil óbitos. Pouco mais de 11% dos brasileiros receberam a segunda dose da vacina.

Após rejeitar ofertas de vacinas da Pfizer no ano passado, Bolsonaro agora pede à empresa para antecipar entregas. O governo assinou dois contratos com a Pfizer, cada um para a compra de 100 milhões de doses.

O lote com 3 milhões de doses da Janssen não chegou no prazo esperado. A expectativa, agora, é para que a remessa chegue na próxima semana.

 

Polêmica na vacinação

 

Em uma decisão controversa e polêmica, a prefeitura de Betim, em Minas Gerais, decidiu vacinar adolescentes com mais de 12 anos com o imunizante da Pfizer, o único que possuiu aval da Anvisa para este fim. Especialistas criticaram a medida e ela foi suspensa – mas mais de 1 mil jovens já tinham tomado o imunizante. Agora, a prefeitura espera aval da Justiça para que esses jovens tomem a segunda dose.

Vacinação de adolescentes de 12 a 14 anos começou em Betim, na Grande BH, mesmo não sendo esta a prioridade neste momento, segundo o Ministério da Saúde — Foto: Tiago Philip / Divulgação

Vacinação de adolescentes de 12 a 14 anos começou em Betim, na Grande BH, mesmo não sendo esta a prioridade neste momento, segundo o Ministério da Saúde — Foto: Tiago Philip / Divulgação0

0

No Rio, o prefeito Eduardo Paes anunciou que quer vacinar, com a primeira dose, os adultos acima de 18 anos até o final de agosto. Ele também quer começar a vacinar adolescentes a partir de setembro. Em São Paulo, a prefeitura liberou para que pessoas acima de 18 anos sem comorbidade entrem na chamada lista da “xepa”.

Por falar em fila da vacina… A atriz Giovanna Lancellotti foi criticada nas redes sociais por se vacinar em Fernando de Noronha — ela não é moradora da ilha. Ao G1, a atriz disse que tomou a vacina por estar prestando serviço a uma pousada local e que acreditava não haver irregularidade. A Administração de Noronha afirmou que as vacinas devem ser aplicadas apenas nos moradores da ilha e trabalhadores residentes em Fernando de Noronha.

Giovanna Lancellotti fez fotos de divulgação da pousada  — Foto: Divulgação

Giovanna Lancellotti fez fotos de divulgação da pousada — Foto: Divulgação

 

 

Um expulso, outro impedido

 

Cerca de um mês após se desentender com ACM Neto, presidente do DEM, o deputado federal Rodrigo Maia foi expulso da legenda — ele já havia anunciado que pediria desfiliação. Por causa da expulsão, ele continuará no cargo e poderá se filiar a outra sigla.

Também deputado federal, Eduardo Bolsonaro foi impedido pelo Facebook de postar e comentar na plataforma. A punição veio após o parlamentar publicar um vídeo do pai, o presidente Jair Bolsonaro, falando sobre um relatório falso do Tribunal de Contas da União (TCU) com relação às mortes causadas pela Covid no país.

C’est la vie

 

Sem ser convidado para reunião do presidente Bolsonaro com ministros para discutir ações do governo, Mourão disse “sentir falta” de ser chamado.

“Sim, sinto falta. Sinto falta. A gente fica sem saber o que está acontecendo”, disse. “É importante que a gente saiba o que está acontecendo, né? Paciência, né? C’est la vie [é a vida, em tradução do francês], como dizem os franceses.”

É #FAKE

 

Não é verdade que a passeata de motos que contou com a participação do presidente Jair Bolsonaro no sábado (12), em São Paulo, reuniu 1,3 milhão de veículos e entrou para o Guinness Book.

Não há qualquer menção ao evento de motos no site e nas redes sociais do Guinness. Procurada, a organização do Guinness diz que “não houve nenhuma tentativa oficial” de quebra de recorde.

Guilherme Caetano, repórter do jornal O Globo que cobriu o ato, participou do podcast “O Assunto”. Em conversa com Renata Lo Prete, ele traçou o perfil dos participantes.

No momento do ato, no primeiro pedágio dentro do trecho bloqueado para a realização do passeio de motociclistas, o sistema de monitoramento da Rodovia dos Bandeirantes registrou a passagem de 6.661 veículos

Conta de luz nas alturas

 

Em tempos de seca, os brasileiros já estão sentindo o peso da conta de luz no bolso. E a tendência, infelizmente, é piorar. Maio foi o mês em que passou a vigorar a bandeira tarifária vermelha patamar 1, que acrescenta R$ 4,169 na conta de luz a cada 100 kWh consumidos ao mês. Mas, neste mês, a tarifa passou a considerar o patamar 2, que adiciona R$ 6,243 na conta para cada 100 kWh. Aqui, entenda em detalhes o que está fazendo aumentar os preços de energia.

O Senado aprovou a medida provisória que viabiliza a privatização da Eletrobras. Como os senadores alteraram parte da versão aprovada pela Câmara, o projeto precisa ser novamente analisado pelos deputados.

A votação está prevista para segunda-feira (21), um dia antes de a MP perder a validade. Enquanto o governo afirma que a privatização reduzirá a conta de luz em até 7,36%, entidades do setor elétrico afirmam que a conta vai encarecer.

.

.

.

Fontes: G1

mais lidas