Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Vítima da Covid-19 tem dentes de ouro furtados após morrer em hospital

Publicado

em

Vítima da Covid-19 tem dentes de ouro furtados após morrer em hospital

Objetos pesam 32 gramas e valiam cerca de R$ 11 mil. Família prestou queixa e aguarda posicionamento da instituição

Um idoso de 84 anos teve quatro dentes de ouro furtados após morrer em um hospital em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Ele veio a óbito em outubro por ser vítima da Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

O paciente tinha uma prótese dental com quatro dentes que, juntos, pesavam 32 gramas. De acordo com a cotação do mercado financeira, a quantidade do material é avaliada em R$ 11,2 mil.

Segundo uma das filhas do idoso, o pai tinha a prótese há muitos anos e dizia que essa era a única herança que deixaria para os netos. “No dia 3 de novembro, minha irmã foi ao hospital buscar os pertences e só abriu a embalagem em casa. Ela tomou um susto quando conferiu que a dentadura estava sem os quatro dentes de ouro”, afirmou a filha.

Ainda de acordo com ela, a demora na retirada dos pertences aconteceu porque o irmão mais velho também foi contaminado e estava internado na UTI, em estado grave.

“Minha mãe, irmãos e pai foram contaminados com o vírus. Imagina como estava a nossa cabeça tendo que administrar tanto sofrimento? Meu irmão mais velho faleceu duas semanas depois da morte do meu pai e foi muito revoltante verificar que os dentes foram retirados”, disse.

As vítimas registraram boletim de ocorrência no 5º Departamento de Polícia Civil de Campo Grande por furto, procuraram a ouvidoria do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul e aguardam um posicionamento da instituição.

“A questão financeira é de menos, o que revolta é constatar o sumiço das peças que têm valor sentimental para família. Os dentes foram moldados com peças de nossos antepassados e não recebemos nenhum retorno do hospital”, conclui.

.

 

.

 

.

 

IG

mais lidas