Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Versatilidade e cuidado pelo alto: como o Corinthians quer vencer a Chapecoense

Publicado

em

Versatilidade e cuidado pelo alto: como o Corinthians quer vencer a Chapecoense

Sem referência no ataque, Timão poderá usar diferentes formações ao longo da partida desta quarta

Quando os jogadores do Corinthians estiverem posicionados no gramado da arena para iniciar a partida contra a Chapecoense, às 21h45 desta quarta-feira, é bem provável que você note a equipe no 4-2-3-1. Mas, independentemente de como se desenrole o primeiro confronto das quartas de final da Copa do Brasil, certamente outras combinações de números serão formadas.

Os esquemas possíveis – e treinados – são diversos. Para atacar, em alguns momentos o Timão poderá ficar no 4-2-4 ou no 4-3-3, com Jadson mais recuado. Já na defesa, o 4-4-2 deve prevalecer, mas um meia eventualmente pode subir para pressionar a saída de bola rival.

As variações já vinham ocorrendo, mas ficaram mais frequentes desde a última semana por conta das ausências de Roger (que está recuperado de lesão, mas não pode disputar a Copa do Brasil por já ter defendido o Inter) e Jonathas (machucado). Sem um centroavante, Osmar Loss aposta em um time versátil, que pode se moldar de acordo com o que o jogo apresenta. Foi assim no segundo tempo do duelo contra o Cruzeiro, na quarta passada, e diante do Vasco, no último domingo.

Osmar Loss orientando os jogadores do Corinthians no treinamento da última terça-feira (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)

Osmar Loss orientando os jogadores do Corinthians no treinamento da última terça-feira (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)

Se você não é um fã de análises táticas ou tem dificuldades para visualizar os esquemas em campo, não se preocupe. Afinal, nem mesmo Loss dá muito valor a eles:

– Quando eu dou aulas em cursos ou na CBF, eu falo que não adianta os números que você escala sua equipe. O que dá vida ao jogo são os movimentos que os atletas fazem. Quando eles têm consciência disso, temos uma equipe mais móvel e mais difícil de ser lida – afirmou, em entrevista coletiva na última terça-feira.

É com versatilidade e muita movimentação no ataque que o Corinthians pretende vencer a Chapecoense em casa e encaminhar a classificação à semifinal da Copa do Brasil. As trocas de posição, principalmente entre Romero e Pedrinho, devem ser frequentes no ataque:

– Quanto temos jogadores com características diferentes, quem tem que se preocupar é o adversário – afirmou Osmar Loss, antes de seguir sua explicação:

– Até falei depois do jogo contra o Vasco: a gente usou o Romero desde os 35 minutos do primeiro tempo pelo lado direito. E o Pedrinho mais solto perto do ataque. Os três gols podem confundir, achando que ele foi o centroavante. Mas se vocês olharem o mapa de calor vão ver que ele atuou pelo lado direito, como sempre jogou comigo […] O Romero é versátil, como o Pedrinho é, o Vital é. O futebol do Corinthians ganha com isso. A gente pode trocá-los de função e desencaixar uma marcação que está habituada – completou.

Mateus Vital e Pedrinho são opções de movimentação no ataque (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Mateus Vital e Pedrinho são opções de movimentação no ataque (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Atuando em Itaquera, o Corinthians pretende impor seu jogo, mas nem por isso ignora as virtudes da Chape. Terceiro time que mais fez cruzamentos no Brasileirão, segundo o Footstats, o time catarinense preocupa principalmente na bola aérea.

Na véspera da partida, o Timão ensaiou o posicionamento defensivo em faltas laterais e escanteios. A equipe também viu vídeos do adversário, como é de costume. Uma das maiores preocupações é com Wellington Paulista, centroavante que costuma ser perigoso pelo alto.

– Sabemos das virtudes da Chapecoense. Eles tiveram perdas, mas é uma equipe sólida, com bola parada boa, transição ofensiva rápida, equipe que cruza muito na área, com laterais que chegam na intermediária. Mas também sabemos que eles têm fragilidades, mostramos elas aos nosso atletas, treinamos e pretendemos explorar isso também – destacou Loss.

Veja as informações do Corinthians para enfrentar a Chapecoense:

Local: Arena Corinthians, em São Paulo
Data e horário: quarta-feira, às 21h45 (de Brasília)

Time provável: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel (Léo Santos) e Douglas; Pedrinho, Jadson, Romero e Mateus Vital (Clayson)
Desfalques: Jonathas (lesão na coxa direita), Mantuan (em transição para o campo após lesão), Renê Júnior (lesão no joelho esquerdo), Roger (disputou a Copa do Brasil pelo Inter) e Sergio Díaz (aprimorando o condicionamento físico)
Pendurados: Ninguém

Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhaes (FIFA-RJ) apita o jogo, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (FIFA-RJ) e Alessandro Alvaro Rocha de Matos (FIFA-BA)
Transmissão: TV Globo para SP e SC (com Cleber Machado, Caio Ribeiro e Renato Marsiglia)
Tempo real: GloboEsporte.com, a partir das 20h45

mais lidas