Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

VAR brilha de novo, e Suécia vence a Coreia do Sul com gol de pênalti “tecnológico”

Publicado

em

VAR brilha de novo, e Suécia vence a Coreia do Sul com gol de pênalti "tecnológico"

Protagonista da Copa da Rússia até agora, recurso de vídeo ajuda o árbitro Joel Aguilar em lance polêmico, e equipe europeia abre torneio com triunfo em partida marcada por excesso de faltas

RESUMÃO

  • O JOGO
  • Os adversários mudam, mas o protagonista das partidas na Copa da Rússia segue sendo o mesmo: o sistema de árbitro assistente de vídeo. Grande novidade do Mundial deste ano, o VAR voltou a brilhar no confronto entre Suécia e Coreia do Sul e foi decisivo para o resultado final: o triunfo dos suecos por 1 a 0, em Nizhny Novogord, com um gol de pênalti marcado com o auxílio da tecnologia. Coube ao capitão Granqvist cobrar e dar os três pontos aos europeus.

    Granqvist Suécia Coreia do Sul

    Granqvist Suécia Coreia do Sul (Foto: Reuters)

  • DESTAQUE
  • ALERTA PARA A ALEMANHA

    O triunfo dos suecos é um alerta para a Alemanha que foi surpreendida na estreia no Mundial e perdeu para o México. Mexicanos e suecos estão empatados na ponta do grupo F, com três pontos e um gol de saldo – enquanto alemães e coreanos estão igualados na terceira colocação, sem pontuar. Na próxima rodada, a atual campeã do mundo pega justamente a Suécia, e um novo tropeço pode significar um drama na rodada final.

    O árbitro assistente de vídeo teve influência direta no placar final do confronto em Nizhny Novgorod nesta segunda-feira. Em meio às reclamações suecas, o árbitro argentino Joel Aguilar não marcou uma falta de Kim Min-Woo sobre Claesson dentro da área, aos 17 minutos da etapa final. Mas, após alguns segundos, decidiu parar o jogo, ouvir a recomendação da equipe que operava o VAR e usou o recurso do replay à beira do campo. Então, apontou a marca da cal e marcou o pênalti, mudando sua decisão inicial.

    Joel Aguilar reviu lance antes de marcar pênalti para a Suécia

    Joel Aguilar reviu lance antes de marcar pênalti para a Suécia (Foto: Getty Images)

    DESTAQUE

    FALTAS DE SOBRA

    A partida entre suecos e sul-coreanos foi marcada pelo excesso de faltas, que deixaram o confronto mais travado. No total, foram 46 infrações apitadas pelo árbitro, que mostrou dois cartões amarelos para o time asiático (Kim Shin-Wool e Hwang Hee-Chan) e um para a equipe europeia (Claesson).

    Entre as faltas, houve pênalti sobre Claesson

    Entre as faltas, houve pênalti sobre Claesson (Foto: Reuters)

mais lidas