Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Últimos cinco campeões da Libertadores foram líderes de seus grupos, objetivos de Flu e São Paulo

Publicado

em

Últimos cinco campeões da Libertadores foram líderes de seus grupos, objetivos de Flu e São Paulo

São Paulo jogará com time reserva contra o Racing e Fluminense pode poupar alguns jogadores contra o Junior, mas o desejo é vencer e ganhar a chave.

 

A vaga ou a taça? O que vale mais na semana de decisões de estaduais e de grupos da Libertadores definindo o primeiro colocado, com vantagens para as etapas seguintes? É um falso dilema, porque quatro dos últimos sete campeões brasileiros da Libertadores conquistaram também o estadual no mesmo ano — Santos, Atlético, Flamengo e Palmeiras.

Por outro lado, os últimos cinco campeões continentais foram vencedores de seus grupos na primeira fase: Atlético Nacional (2016), Grêmio (2017), River Plate (2018), Flamengo (2019) e Palmeiras (2020). É preciso retornar à temporada 2015 para encontrar um campeão que tenha sofrido no início da competição e se classificado em segundo lugar.

Naquele ano, o River Plate só conseguiu a vaga ao vencer o San José, na última rodada, e contar com a vitóira do Tigres sobre o Juan Aurich, no Peru, por 5 x 4, com gol da virada aos 36 do segundo tempo. A vantagem de jogar em casa o segundo encontro dos mata-matas tem sido fundamental desde 2016.

O Fluminense pode poupar alguns titulares contra o Junior de Barranquilla, mas usará a base principal, porque não tem jogos a cada dois dias. Ou seja, pode ganhar do Junior, pela Libertadores, e disputar com força a decisão contra o Flamengo, no sábado à noite. O São Paulo escalará um time reserva contra o Racing, mesma estratégia do Palmeiras contra o Defensa y Justicia.

Mas o Palmeiras já garantiu a primeira posição de sua chave. O São Paulo correrá riscos, se não ganhar do rival argentino na noite de terça-feira. Imporrante, no entanto, frisar, que o São Paulo não está abrindo mão de tentar ser o campeão do grupo. A ideia de Hernán Crespo é vencer o Racing, mesmo sem escalar sua equipe titular.

.

.

.

Fonte: Ge- Globo esporte.

mais lidas