Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

UFC: Kevin Lee faz acordo e leva suspensão de seis meses por doping

Publicado

em

UFC: Kevin Lee faz acordo e leva suspensão de seis meses por doping

Lutador americano tem pena reduzida após revelar que teste positivo foi devido a medicação para tratamento de TDAH

O lutador americano Kevin Lee, 29, chegou a um acordo com a Comissão Atlética de Nevada (NAC, na sigla em inglês) e ficará suspenso por seis meses por um resultado positivo em exame antidoping. A decisão foi tomada na reunião da entidade na última quarta-feira, em Las Vegas. Além do afastamento das lutas, Lee vai pagar uma multa no valor de US$ 19.526 (cerca de R$ 108,6 mil).

Kevin Lee na entrada de sua luta mais recente pelo UFC, em agosto, contra Daniel Rodriguez — Foto: Chris Unger/Zuffa LLC

Kevin Lee na entrada de sua luta mais recente pelo UFC, em agosto, contra Daniel Rodriguez — Foto: Chris Unger/Zuffa LLC

Kevin Lee testou positivo para anfetaminas em exame realizado após sua luta contra Daniel Rodriguez, no UFC de 28 de agosto passado. Pelas regras da NAC, o uso desta substância proibida poderia levar a uma sentença de nove meses a dois anos de suspensão; contudo, a cooperação do lutador e as circunstâncias de seu caso levaram à recomendação por uma punição reduzida.

Após testar positivo, Lee revelou em outubro que vem lidando com os efeitos do TDAH (transtorno do déficit de atenção com hiperatividade). A medicação foi a responsável pelo resultado positivo e o lutador não havia relatado previamente seu uso à comissão, nem pediu por isenção para uso terapêutico da substância.

“Em 2018 eu fui diagnosticado com TDAH adulto, isso sempre me afetou. Não descobri um tratamento de verdade para este diagnóstico até 2020, quando estava me recuperando de duas cirurgias no joelho. Um médico me prescreveu Adderall (estimulante comumente usado neste tratamento) para melhorar minha saúde mental. Eu contei a representantes da USADA, mas não apliquei para uma isenção de uso terapêutico da NAC antes da minha última luta. Por isso, peço desculpas ao UFC, à comissão, meu adversário, Dana White, aos matchmakers e aos fãs. Nunca foi minha intenção ganhar uma vantagem atlética. Foi uma tentativa de conquistar a ansiedade severa de que sofro silenciosamente diariamente”, escreveu o lutador num post nas redes sociais.

Em outras publicações nas redes sociais, Kevin Lee acrescentou que sempre se sentiu envergonhado por saber que “meu cérebro funciona diferente do resto das pessoas” e que por isso tinha problemas também com a bebida. Ele postou um vídeo jogando suas pílulas fora e dizendo que precisava “ficar sóbrio e me conectar com Deus”.

Kevin Lee sofreu quatro derrotas em suas últimas cinco lutas, período em que subiu e desceu entre o peso-leve (até 70kg) e o peso-meio-médio (até 77kg). Ele tem 18 vitórias e sete derrotas no MMA em sua carreira. Sua punição se encerra em 28 de fevereiro de 2022.

.

.

.

Globo Esporte

mais lidas