Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

UFC: Dana White abre a carteira e premia seis lutadores por suas performances em Las Vegas

Publicado

em

UFC: Dana White abre a carteira e premia seis lutadores por suas performances em Las Vegas

Com oito das 13 lutas do card finalizadas pela via rápida – nocaute ou finalização – Dana White decidiu abrir a carteira e dar seis bônus de performance aos atletas, dois a mais do que de costume. Cheyanne Vlismas e Mallory Martin fizeram a “Luta da Noite”, enquanto Clay Guida, Chris Curtis, Jamahal Hill e Rafael Fiziev receberam os prêmios de “Performance da Noite”. Cada um deles embolsou US$ 50 mil – cerca de R$ 280 mil – extras por suas atuações.

Melhores Momentos do UFC Font x Aldo

Perto de completar 40 anos de idade, Clay Guida venceu o brasileiro Léo Santos por finalização no segundo round, após quase ter nocauteado o americano no round anterior. Guida chegou a nove bônus de performance em 32 apresentações no octógono.

Clay Guida venceu Leonardo Santos por finalização a 1m21s do R2 no UFC Font x Aldo — Foto: Getty Images

Clay Guida venceu Leonardo Santos por finalização a 1m21s do R2 no UFC Font x Aldo — Foto: Getty Images

Jamahal Hill se recuperou da derrota por finalização para o escocês Paul Craig no UFC 263, em junho, e venceu o australiano Jimmy Crute por nocaute em apenas 48s de luta, impondo ao rival a segunda derrota consecutiva por nocaute no primeiro round.

Jamahal Hill nocauteou Jimmy Crute em 48s de luta no UFC Font x Aldo — Foto: Getty Images

Jamahal Hill nocauteou Jimmy Crute em 48s de luta no UFC Font x Aldo — Foto: Getty Images

Rafael Fiziev fez o co-evento principal contra o amigo Brad Riddell, e mais uma vez mostrou um grande poder de nocaute. Mesmo com a boa resistência do rival, o quirguiz foi mais contundente e encaixou um belo chute rodado no terceiro round, deixando Riddell atordoado e sem conseguir reagir por alguns segundos, o que foi suficiente para o árbitro encerrar a disputa antes que o americano sofresse mais danos

Chris Curtis, que vem mostrando o quanto o UFC perdeu de tempo ao não contratá-lo anos atrás, mais uma vez deu um show. Após a vitória espetacular contra Phil Hawes na sua estreia no UFC, ele repetiu o feito e derrotou Brendan Allen no segundo assalto, também por nocaute técnico, chegando à sétima vitória consecutiva, e a segunda no UFC.

Chris Curtis nocauteou Brendan Allen no segundo round no UFC Font x Aldo — Foto: Getty Images

Chris Curtis nocauteou Brendan Allen no segundo round no UFC Font x Aldo — Foto: Getty Images

E por fim, Cheyanne Vlismas e Mallory Martin, fizeram uma luta intensa e muito equilibrada, com bons momentos para ambos os lados. No fim, Vlismas, que há pouco tempo usava o sobrenome “Buys”, do seu relacionamento com o também lutador do UFC JP Buys, saiu vencedora na única luta feminina do evento.

Cheyanne Vlismas (dir.) venceu Mallory Martin na luta da noite do UFC Font x Aldo — Foto: Getty Images

Cheyanne Vlismas (dir.) venceu Mallory Martin na luta da noite do UFC Font x Aldo — Foto: Getty Images

.
.
Globo Esporte

mais lidas