Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

UFC: Anthony Smith explica discussão com Ryan Spann após a luta: “Ele não respeitou”

Publicado

em

UFC: Anthony Smith explica discussão com Ryan Spann após a luta: "Ele não respeitou"

Vencedor do combate principal, Smith deste sábado iniciou confusão com oponente após finalizar o rival e disse ter ficado incomodado com as declarações do compatriota antes do evento

Anthony Smith estava acelerado neste sábado, no UFC Smith x Spann, em Las Vegas (EUA). Escalado para fazer a luta principal contra Ryan Spann, o americano venceu com autoridade ao finalizar o compatriota com um mata-leão aos 3m47s do primeiro assalto e não parou depois disso. Assim que o confronto foi encerrado, ele provocou o oponente e deu início a uma discussão. Os lutadores precisaram ser contidos por funcionários do Ultimate, e Smith explicou na coletiva de imprensa que não gostou de declarações dadas pelo rival antes do evento.

– Você não tem que gostar de mim. Nós não temos que nos dar bem. Não temos que ser amigos. Você pode achar que você vai me dar uma surra e às vezes você pode até dar, mas eu acho que respeitar minha jornada é uma coisa que eu espero sempre de qualquer um. E ele não respeitou. Disse que não se preocupava com o que fiz, que não ligava sobre lutas principais, que não se importava com quem eu venci. Ele não liga sobre os bônus. Aposto que ele se preocupa agora – afirmou.

Anthony Smith iniciou discussão com Ryan Spann logo após o fim da luta — Foto: Getty Images

Anthony Smith iniciou discussão com Ryan Spann logo após o fim da luta — Foto: Getty Images

Smith acredita que se Spann o vencesse, também o provocaria após o combate e que esta foi a primeira coisa que passou pela sua cabeça quando o árbitro central decretou seu triunfo.

– Não vamos fingir que Ryan Spann não ia esfregar essa m*** na minha cara se ele me vencesse. Eu nem ia tentar esfregar isso na cara dele. Esta foi só a minha reação inicial. Assim que ele bateu, e o árbitro me puxou, meinha reação inicial foi saber onde estava a surra que ele ia me dar. Este foi meu pensamento. Isso passou pela minha cabeça desde que ele disse isso

Ainda no octógono após o combate, Smith deu entrevista pedindo revanche contra Aleksandar Rakic, que foi seu último algoz. O austríaco respondeu nas redes sociais dizendo estar livre em dezembro, e o americano, ao saber disso, rebateu com um “Feliz Natal para mim”. Na coletiva de imprensa, no entanto, mostrou-se insatisfeito com a falta de reconhecimento que julga receber do público por seus resultados.

– Quem eu tenho que bater? O que tenho que fazer? Essa é uma pergunta honesta. Quem eu tenho que vencer? Eu venço caras velhos e as pessoas dizem que eles são muito velhos. Agora estou vencendo caras jovens, e eles não são ranqueados o suficiente. Que p*** vocês quer que eu faça? Neste momento, não dou a mínima. Eu faço o que eu posso fazer. Luto com os caras que estão na minha frente. Estou pouco me f***. Parei de me preocupar com isso. Talvez isso vá soar arrogante ou pretencioso, mas eu conquistei o respeito dos meus pares. Eu trabalhei muito no meu jogo. Sacrifiquei toda minha vida adulta para estar aqui. Para estar em posição de sentar aqui agora. Eu poderia ser um maldito cirurgião agora. Eu coloquei minha vida inteira nisso e a maioria dos meus colegas me respeita. Isso é tudo que peço – concluiu.

UFC Smith x Spann
18 de setembro de 2021, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL:
Anthony Smith venceu Ryan Spann por finalização aos 3m47s do R1
Ion Cutelaba venceu Devin Clark por decisão unânime (30-26, 29-26 e 29-27)
Ariane Lipski venceu Mandy Bohm por decisão unânime (triplo 30-27)
Arman Tsarukyan venceu Christos Giagos por nocaute técnico aos 2m09s do R1
Nate Maness venceu Tony Gravely por nocaute técnico aos 2m10s do R2
Joaquin Buckley venceu Antonio Arroyo por nocaute técnico aos 2m26 do R3
CARD PRELIMINAR:
Tafon Nchukwi venceu Mike Rodriguez por decisão unânime (triplo 30-27)
Raquel Pennington venceu Pannie Kianzad por decisão unânime (triplo 29-28)
Rong Zhu venceu Brandon Jenkins por nocaute técnico aos 4m35s do R3
Montel Jackson venceu JP Buys por decisão unânime (triplo 30-27)
Erin Blanchfield venceu Sarah Alpar por decisão unânime (30-25, 30-25 e 30-26)
Carlston Harris venceu Impa Kasanganay por nocaute técnico aos 2m38s do R1
Gustavo Lopez e Heili Alateng empataram por decisão unânime (triplo 28-28)
Hannah Goldy venceu Emily Whitmire por finalização aos 4m17s do R1

Todas as edições do UFC e mais eventos ao vivo é só no Combate!

.

.

.

Globo Esporte

mais lidas