Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

UFC 263: Israel Adesanya vence Marvin Vettori e pede nova luta contra Robert Whittaker

Publicado

em

UFC 263: Israel Adesanya vence Marvin Vettori e pede nova luta contra Robert Whittaker

Nigeriano chega a 10 vitórias seguidas no peso-médio com triunfo por pontos contra o italiano e pede para enfrentar o ex-campeão na Nova Zelândia: “Agora vai ser no meu território!”

Com uma atuação segura, correndo poucos riscos e mostrando toda a sua categoria na trocação, o nigeriano Israel Adesanya derrotou o italiano Marvin Vettori no UFC 263 por decisão unânime dos juízes (triplo 50-45), mantendo o cinturão peso-médio chegando à décima vitória seguida na categoria – está a apenas três do recorde de Anderson Silva. Após a luta, o nigeriano dedicou a vitória a Fau Vake, seu companheiro de treinos falecido recentemente e pediu para que sua próxima defesa de cinturão seja contra Robert Whittaker.

– Quero dedicar essa vitória ao meu amigo Fau Vake, que faleceu recentemente. Quero que todos saibam que no nosso último sparring ele acabou comigo. Sobre a minha próxima luta, eu quero que seja contra Robert Whittaker. Eu já te nocauteei uma vez e vou fazer de novo, mas desta vez em Auckland, na Nova Zelândia. Agora vai ser no meu território. Eu decido quando vai ser, sabe por quê? Porque eu sou o rei, seu frouxo – disse o campeão após a luta.

Israel Adesanya homenageia o amigo Fau Vake, falecido recentemente, após a vitória no UFC 263 — Foto: Getty Images

Israel Adesanya homenageia o amigo Fau Vake, falecido recentemente, após a vitória no UFC 263 — Foto: Getty Images

A luta começou com Adesanya chutando as pernas de Vettori, que o cercava no octógono. O italiano respondia com chutes, e catou a perna do nigeriano com muita habilidade para derrubá-lo junto à grade. Na guarda do campeão, Vettori tentava aplicar o “ground and pound”, mas Adesanya usou a grade para se levantar. Lutando em pé novamente, o campeão esquivava bem e não era atingido pelos ataques do desafiante. No minuto final, Adesanya conseguiu bons ataques e ainda provocou Vettori.

Marvin Vettori seguiu colocando pressão em Israel Adesanya no segundo round, chegando a conectar bons golpes no rosto do campeão. O nigeriano seguia apostando na sua movimentação e na velocidade. O italiano tentou cinturar o campeão, que se livrou rapidamente da posição. Na segunda metade do round, Adesanya se impôs na luta e conseguiu conectar os melhores golpes.

Israel Adesanya golpeia Marvin Vettori no UFC 263 — Foto: Getty Images

Israel Adesanya golpeia Marvin Vettori no UFC 263 — Foto: Getty Images

Marvin Vettori buscou a derrubada imediatamente após o início do terceiro round. Após quase conseguir encaixar um mata-leão, o italiano viu o nigeriano inverter a posição e se levantar. Vettori ainda tentou aplicar uma chave de perna, mas não conseguiu. Adesanya aproveitou a volta da luta em pé para desferir chutes na perna direita de Vettori. O campeão dominou as ações de ataque até o intervalo.

Israel Adesanya iniciou o quarto round em alta velocidade no ataque e na movimentação. Após receber chutes nas pernas e no tornozelo, Marvin Vettori encurtou a distância e derrubou o campeão, que usou a grade para impulsionar com os dois pés e se livrar da posição, voltando a lutar em pé. O italiano aparentava estar cansado, e após travar o nigeriano na grade, não teve forças para derrubá-lo.

Marvin Vettori ataca Israel Adesanya no UFC 263 — Foto: Getty Images

Marvin Vettori ataca Israel Adesanya no UFC 263 — Foto: Getty Images

Em vantagem na luta, Adesanya foi mais uma vez travado por Vettori na grade no início do quinto round, mas defendeu as tentativas de queda junto à grade. Novamente na média distância, o nigeriano manteve o domínio na luta em pé, e mesmo quando o desafiante partiu para a luta agarrada, o campeão não teve dificuldades de se manter em vantagem até o fim, chegando a fingir estar chorando com os socos que Vettori deu na sua coxa nos segundos finais da luta.

Confira os resultados do evento:

CARD PRINCIPAL
Israel Adesanya venceu Marvin Vettori por decisão unânime (triplo 50-45)
Brandon Moreno venceu Deiveson Figueiredo por finalização aos 2m26s do R3
Leon Edwards venceu Nate Diaz por decisão unânime (triplo 49-46)
Belal Muhammad venceu Demian Maia por decisão unânime (30-27, 29-28 e 29-28)
Paul Craig venceu Jamahal Hill por nocaute técnico a 1m59s do R1

CARD PRELIMINAR
Brad Riddell venceu Drew Dober por decisão unânime (triplo 29-28)
Eryk Anders venceu Darren Stewart por decisão unânime (29-28, 29-27 e 29-27)
Lauren Murphy venceu Joanne Calderwood por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Movsar Evloev venceu Hakeem Dawodu por decisão unânime (triplo 29-27)
Pannie Kianzad venceu Alexis Davis por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Terrance McKinney venceu Matt Frevola por nocaute aos 7s do R1
Steven Peterson venceu Chase Hooper por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Fares Ziam venceu Luigi Vendramini por decisão majoritária (29-28, 29-28 e 28-28)
Carlos Boi venceu Jake Collier por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

.

.

.

Fontes: Ge – Globo Esporte.

mais lidas