Siga nossa Redes

Sem categoria

UE pede que Reino Unido tome posição em negociação comercial do Brexit

Redação

Publicado

em

UE pede que Reino Unido tome posição em negociação comercial do Brexit

Negociadores indicam que podem fechar acordo no fim de semana

A União Europeia (UE) disse ao Reino Unido, nesta sexta-feira (4), que é hora de decidir que tipo de relacionamento futuro o país quer. Representantes do bloco deram a entender que os negociadores podem fechar um acordo comercial pós-Brexit já no fim de semana.UE pede que Reino Unido tome posição em negociação comercial do BrexitUE pede que Reino Unido tome posição em negociação comercial do Brexit

As negociações não avançaram na noite dessa quinta-feira, a menos de quatro semanas para o Reino Unido finalmente deixar a UE, no dia 31 de dezembro. Isso levou Londres a sinalizar que as chances estão diminuindo.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que liderou a campanha de desfiliação de 2016 e enfrenta atualmente a maior taxa oficial de mortes de covid-19 da Europa, é quem vai decidir se ele e o Reino Unido ficariam melhores fazendo concessões ou virando as costas.

O negociador-chefe da UE, Michel Barnier, e sua contrapartida britânica, David Frost, vêm tentando, há semanas, encontrar um meio-termo quanto à pesca, à ajuda estatal e à maneira de resolver qualquer disputa futura.

As conversas estão chegando ao limite. Líderes do bloco podem ter uma reunião separada sobre o Brexit neste mês, mais provavelmente após uma cúpula já agendada para 10 e 11 de dezembro.

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, disse que a verdadeira pergunta é: qual  o projeto político, econômico e social eles querem para seu próprio futuro, acrescentando que o questionamento é para o governo britânico e o povo britânico”.

Michel Barnier, que está em Londres para as conversas, disse que esta sexta-feira é um dia importante.

O Reino Unido saiu formalmente da UE em 31 de janeiro, mas desde então passa por um período de transição durante o qual as regras para comércio, viagens e negócios continuam inalteradas. A partir do fim do ano, ele será tratado por Bruxelas como um terceiro país.

Se os dois lados não chegarem a um acordo, o processo de separação de cinco anos do Brexit terminará de forma caótica, no momento em que a Europa lida com o custo econômico abrangente do surto de covid-19.

.

.

.

Com informações da Reuters

Publicidade

mais lidas