Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Dia a Dia

Ucranianos que vivem em SP fazem ato contra invasão do país em frente à Embaixada da Rússia, na Zona Sul

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

Um pequeno grupo de imigrantes e descendentes de ucranianos que moram na cidade de São Paulo fizeram na tarde desta quinta-feira (24) um ato contra a invasão russa à Ucrânia em frente à Embaixada da Rússia no Morumbi, Zona Sul da capital paulista.

Com cartazes, o grupo pediu paz e o fim da invasão ao território ucraniano por parte das tropas russas, iniciada na madrugada desta quinta (24).

O estado de São Paulo abriga cerca de 10 mil ucranianos ou descendentes, segundo a embaixada ucraniana. Em todo o país, a comunidade é formada por cerca de 500 mil pessoas, que vivem principalmente no Paraná, em Santa Catarina, no Rio Grande do Sul e em São Paulo.

Mais cedo, os ucranianos que vivem em São Paulo disseram que estão sem contato com parentes e amigos que moram no país, após a invasão de tropas russas.

O cônsul ucraniano na capital paulista, Jorge Rybka, afirmou que ficou surpreso com a ação militar russa e está muito preocupado com os parentes que estão próximos à capital ucraniana, Kiev.

“Tenho parentes sim, ao Sul de Kiev. Não há contato. Temos problemas com comunicação, estão sendo hackeados os sistemas e estamos com dificuldades”, disse Rybka.

 

.

.

.

.

.

 

G1

mais lidas