Siga nossa Redes

Sem categoria

Trabalhadores de saúde da Espanha protestam contra cortes nos serviços

Redação

Publicado

em

Trabalhadores de saúde da Espanha protestam contra cortes nos serviços

Cerca de 4 mil manifestantes marcharam por Madri, a região mais afetada pelo coronavírus.

Dançando e tocando tambores nas ruas, médicos e enfermeiras protestaram em Madri, capital da Espanha, neste domingo (29) contra cortes que, segundo eles, os deixaram lutando para lidar com a pandemia de Covid-19.

Cantando “menos bandeiras e mais enfermeiras”, cerca de 4 mil manifestantes marcharam pela capital espanhola, a região mais atingida pelo coronavírus.

“Eles estão segregando (saúde). Nas empresas privadas de saúde é um negócio. Em público, todo mundo vem. Se você não tem dinheiro, não recebe ”, disse Lucia Tielvez, 65, auxiliar de saúde.

Manifestantes marcham em apoio aos serviços de saúde pública em meio à pandemia da Covid-19 em Madrid , Espanha, no dia 29 de novembro — Foto: Javier Barbancho/Reuters

Manifestantes marcham em apoio aos serviços de saúde pública em meio à pandemia da Covid-19 em Madrid , Espanha, no dia 29 de novembro — Foto: Javier Barbancho/Reuters

O conservador governo regional de Madri negou corte nos serviços de saúde.

Fotografias publicadas na mídia espanhola no domingo, mostrando cidades cheias de compradores de Natal, geraram temores de um aumento nas infecções.

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sanchez, pediu aos espanhóis que evitem grandes reuniões familiares neste Natal para evitar um aumento nos casos de Covid-19.

“Os próximos meses serão decisivos. Os especialistas preveem que iremos assistir a uma fase crítica da pandemia, coincidindo com as primeiras vacinas em massa ”, disse ele aos apoiadores do partido no sábado.

O governo de esquerda da Espanha está considerando limitar as reuniões de Natal a seis pessoas.

A Espanha registrou 10.853 novos casos de Covid-19 à sua contagem na sexta-feira (27), de acordo com dados do ministério da saúde. Desde o começo da pandemia, 44.668 pessoas morreram no país. O total acumulado de casos passa de 1,6 milhão.

Um manifestante usa máscara durante passeata em apoio aos serviços de saúde pública em meio à pandemia da Covid-19 em Madrid , Espanha, em 29 de novembro — Foto: Javier Barbancho/Reuters

Um manifestante usa máscara durante passeata em apoio aos serviços de saúde pública em meio à pandemia da Covid-19 em Madrid , Espanha, em 29 de novembro — Foto: Javier Barbancho/Reuters

Manifestantes marcham em apoio aos serviços de saúde pública em meio à pandemia da Covid-19 em Madrid , Espanha, no dia 29 de novembro — Foto: Javier Barbancho/Reuters

Manifestantes marcham em apoio aos serviços de saúde pública em meio à pandemia da Covid-19 em Madrid , Espanha, no dia 29 de novembro — Foto: Javier Barbancho/Reuters

.

 

 

.

 

 

.

 

 

G1

Publicidade
Publicidade

mais lidas