Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Tite diz que busca alternativas para a Seleção e explica estratégia para potencializar Neymar

Publicado

em

Tite diz que busca alternativas para a Seleção e explica estratégia para potencializar Neymar

Treinador projeta mudanças no Brasil nos próximos jogos da Copa América

Em entrevista coletiva após a vitória por 3 a 0 sobre a Venezuela, na estreia na Copa América, o técnico Tite disse que pretende buscar alternativas para a seleção brasileira ao longo do torneio.

Perguntado se a ideia é definir um time titular ou encontrar variações, Tite respondeu:

– (Busco) Alternativas táticas, de posição. Mas exercendo funções diferentes. O Éverton Ribeiro entrou como meia de articulação. No momento da substituição ele veio para o lado para fazer articulação de lado de campo, como faz na função do Flamengo.

O treinador indicou que não deve fazer muitas mudanças de um jogo para outro:

– Ideia inicial é não descaracterizar. Se tu desmonta uma equipe, quebra os links, as conexões, a estrutura que a gente vem montando nos dois sistemas que a gente tem, tu tira a confiança do atleta. Ele vai pro jogo e não joga bem, a avaliação fica prejudicada. De ter sim, ou no transcurso do jogo, como o jogo exige, como jogo pede, inclusive para acelerar o adversário. Tu consegue, vai minando o adversário, que vai correndo, desgastando. Nos nossos jogos, no segundo tempo a gente consegue sempre um número de oportunidades e finalizações maiores do que no primeiros.

Na Copa América, quatro dos cinco times de cada um dos dois grupos se classifica para as quartas de final do torneio. O Brasil está na chave B, ao lado de Colômbia, Equador, Peru e Venezuela.

A atuação de Neymar foi um dos temas da entrevista coletiva de Tite. O treinador revelou uma conversa que teve com o camisa 10 e explicou como tenta potencializar o talento dele:

– Sobre o Neymar, foi dito por ele: “Quando eu estou bem fisicamente e quando estou bem de cabeça, professor, as coisas acontecem comigo.” Quando tu tem um jogador com essas virtudes técnicas que ele tem, ele tem um lance pessoal, ele desenvolveu a capacidade da assistência, pé direito, pé esquerdo. Ele fica um jogador imprevisível. Quando a gente consegue acionar ele numa faixa mais adiantada do gramado, ele fica mais protegido, porque ali o adversário fica com medo de fazer uma marcação mais firme uma falta num local importante. Nós estruturarmos a equipe para ele receber menos bolas, mas de uma forma mais eficiente para criação, esse é nosso objetivo.

Com o gol marcado sobre a Venezuela, Neymar ficou a dez bolas na rede de igualar Pelé como o maior artilheiro da Seleção nas contas da Fifa. Para Tite, no entanto, este paralelo não é válido:

– Não vamos comparar, é injustiça comparar épocas, atletas e números Existe magnitude de um Zico da vida, que é da minha geração, extraordinário, tem da nossa geração Neymar, extraordinário, logo ali atrás teve Romário, Ronaldo, extraordinários. São etapas, ciclos, momentos que tem que ter cuidado para não compará-los – opinou.

Como de costume, Tite levou um auxiliar para a entrevista coletiva. Desta vez, o escolhido foi César Sampaio, que, entre outras coisas, explicou por que a Seleção convocou 24 jogadores mesmo podendo levar 28 para a Copa América.

– É momento de oportunizarmos atletas, pelo que eles vêm fazendo, entregando nos clubes. E muitas vezes você trazer 28 atletas, bom, vou falar mim… eu participei de uma Copa América uma vez que eu era o 24º, 25º, é muito desagradável. Você faz toda a preparação, concentra, come, dorme, treina, e chega no jogo e fica fora. É bom senso mesmo, respeito. Temos opção de reposição caso alguém tenha problema. Melhor ter grupo enxuto e trabalhar 100% com esse grupo – explicou César Sampaio.

Tite foi perguntado duas vezes sobre dar mais chances para Gabigol, que entrou no segundo tempo e fez o terceiro gol do Seleção. O técnico, porém, se esquivou:

– Estamos comemorando o primeiro jogo ainda (risos). Estamos felizes com a entrada e participação, a gente também falou que a Copa América ia servir para oportunizar uma série de jogadores, seja começando ou entrando.

O treinador também explicou o que buscou com a entrada de Éverton Ribeiro no lugar de Lucas Paquetá, no intervalo da partida.

– Não foi para dar profundidade, foi para dar criação e armação. Para dividir setor com Neymar, tínhamos três jogadores de frente. Era para ter jogador para abastecer os jogadores mais à frente.

Apesar da vitória com tranquilidade, Tite disse que placar poderia ter sido ainda mais elástico se a Seleção tivesse aproveitado algumas chances que foram desperdiçadas.

– Alto nível de equipe é criação e fazer gol. Solidez defensiva para não tomar gol. E é resultado, vencer. Quando se une os três fatores é alto nível – comentou.

A Seleção volta a campo na quinta-feira, quando enfrenta o Peru, às 21h, no Engenhão.

.

.

.

Fontes: Ge – Globo Esporte.

mais lidas