Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Termina nesta quarta prazo para adaptação de portões automáticos que invadem calçadas em SP

Publicado

em

Termina nesta quarta prazo para adaptação de portões automáticos que invadem calçadas em SP

Moradores e comerciantes tiveram 180 dias para fazer mudanças. Após intimação, responsável será multado.

Termina nesta quarta-feira (19) o prazo para que a Prefeitura de São Paulo deu para os moradores e comerciantes adaptarem os portões à nova lei. Os portões automáticos que abrem para fora e invadem uma parte da calçada deverão ter avisos sonoros para avisar o pedestre que está sendo movimentado.

A nova exigência entrou em vigor em janeiro e foi regulamentada há seis meses, mas até hoje pouca gente fez as alterações necessárias. A obrigação de adequar os portões é do proprietário do imóvel e não do inquilino.

“Isso vale para os portões automáticos, os portões manuais permanecem como estão”, afirmou Roberto Arantes, secretário-executivo da Secretaria das Subprefeituras.

De acordo com a regulamentação, os portões não podem ultrapassar o alinhamento dos imóveis, invadindo a área da calçada.

Quem não quiser colocar um portão de correr lateralmente, ou que abra para dentro da garagem, vai ter quer instalar sinalizadores visuais e sonoros ou sensores que impeçam a abertura do portão quando está passando um pedestre.

Após o prazo de regulamentação, que vence na quarta-feira (19), se for flagrado ainda irregular, o proprietário receberá uma intimação para fazer as adaptações. Caso a readequação não seja realizada, a multa será de R$ 250.

O decreto prevê quatro alternativas para regularizar os aparelhos já existentes:

1.instalar um sensor eletrônico “capaz de detectar a passagem de pessoas e veículos” que trave seu funcionamento quando houver um obstáculo do lado de fora;

2.instalar uma sinalização sonora e luminosa que seja acionada 15 segundos antes da movimentação do aparelho;

3.adaptar o dispositivo para que ele se torne deslizante, e não mais basculante ou pivotante;

4.adaptar o dispositivo para que ele se movimente para dentro do imóvel, e não mais para fora.

mais lidas