Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

TCU investiga se Secom distribuiu verbas com critérios políticos

Publicado

em

TCU investiga se Secom distribuiu verbas com critérios políticos

Prática contraria a Constituição, entre eles o da impessoalidade na administração pública. Valores foram usados para divulgar a reforma da Previdência

O Tribunal de Contas da União ( TCU ) investiga se a Secretaria de Comunicação ( Secom ) do governo do presidente Jair Bolsonaro usou critérios políticos para fazer a distribuição de verba pública para divulgar a reforma da Previdência . A prática vai contra os princípios constitucionais, entre eles o da impessoalidade na administração pública.

Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo , a Secom, que está sob o comando de Fábio Wajngarten, fez mudanças na estratégia da campanha de publicidade sobre a reforma da Previdência no ano passado. Com o orçamento de divulgação mais caro de 2019, a distribuição privilegiou TVs que são clientes de uma empresa do secretário e emissoras religiosas e apoiadoras do presidente Bolsonaro.

Entre as emissoras beneficiadas estão Record, Band e SBT, que foram contempladas, respectivamente, com R$ 6,5 milhões, R$ 1,1 milhão e R$ 5,4 milhões, totalizando R$ 13 milhões. Os montantes incluem os pagamentos tanto por merchandising quanto pela propaganda nos intervalos comerciais.

Segundo a legislação vigente, integrantes da cúpula do governo são proibidos de manter negócios com pessoas físicas ou jurídicas que possam ser afetadas por suas decisões. A prática implica conflito de interesses e pode configurar ato de improbidade administrativa, se demonstrado o benefício indevido. Wajngarten nega as irregularidades.

 

 

 

 

iG

mais lidas