Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Polícia

Suzy Camacho, musa dos anos 80, é indiciada pela prática do crime de fraude processual

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

Suzy Camacho ficou conhecida nas décadas de 1970 e 1980 por seu trabalho nas novelas “A Viagem” e “Brega e Chique”, retornou as páginas de jornais e revistas por ser investigada por maus-tratos ao marido e idoso Farid Curi.

Suzy é casada com Farid Curi, empresário do ramo de alimentos, e diante da idade avançada dele, foi obrigada a casar pelo regime de separação de bens.

Em agosto de 2020 foi instaurada a primeira investigação policial contra Suzy para apurar a prática do crime de maus tratos previsto no Estatuto do Idoso. A investigação conta hoje com cerca de dez mil páginas e contém relatos de testemunhas no sentido que ela postergava o encaminhamento do idoso ao hospital e ofertava comida com prazo de validade vencido a ele.

No decorrer dessa investigação, a Polícia Civil optou por abrir nova frente, notadamente para investigar a veracidade de atestados de saúde juntados por Suzy com o propósito de legitimar a capacidade cognitiva de Farid.

Os médicos foram ouvidos em sede policial e negaram ter produzido atestados aptos a atestar a capacidade de Farid, culminando no indiciamento de Suzy.

A investigação foi remetida ao Ministério Público.

 

Quem é Suzy Camacho

Suzy Camacho, que ficou conhecida nas décadas de 1970 e 1980 por seu trabalho em novelas como “A Viagem” e “Brega e Chique”, voltou aos holofotes após uma acusação feita pelos filhos de seu marido, Farid Curi.

A primeira novela de Suzy foi “Vidas Marcadas” (1973), da Record. Em seguida, a atriz foi para a Rede Tupi e participou de títulos como “A Barba Azul” (1974), “A Viagem” (1975), “O Profeta” (1977), “Aritana” (1978), entre outros. Com o fim da TV Tupi, ela foi para a Bandeirantes, atuando em novelas como “Pé de Vento” e “Dulcinéia Vai à Guerra”. Na sequência, recebeu um convite para o recém-criado SBT, onde protagonizou obras como “A Força Do Amor” e “Jerônimo”. “Brega e Chique” foi a única novela que Suzy fez para a Globo. No ano passado, a produção foi reprisada no Canal Viva.

 

mais lidas