Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

SP avalia adiar volta às aulas por medo de alunos infectarem avós

Publicado

em

SP avalia adiar volta às aulas por medo de alunos infectarem avós

Bruno Covas, prefeito da cidade, disse que as aulas só voltarão na capital com a aprovação da vigilância sanitária, e não por “pressões” externas

A reunião do comitê de saúde do Estado, que acontecerá nesta quinta-feira (06), deve definir se haverá volta às aulas presenciais em São Paulo em 8 de setembro. Na capital paulista, a diretriz é adiar o retorno o máximo possível.

A preocupação da prefeitura é que os estudantes se infectem nas instituições de ensino, ou no caminho até elas, e transmitam o novo coronavírus (Sars-coV-2) aos seus avós.

A possibilidade de a Prefeitura de São Paulo não retomar as aulas mesmo com autorização do Centro de Contingência é manifestada pelo secretário municipal de Educação, Bruno Caetano .

“Entre a data fixada pelo estado e a efetiva autorização do funcionamento, leva alguns dias. Não é uma abertura imediata. Sempre o município faz a sua análise própria a partir dos protocolos. Então é possível, sim, que mesmo com a abertura do estado a prefeitura não autorize de imediato”, diz ele.

A medida valeria apenas para as escolas públicas municipais da capital. Na última quarta (05), a Câmara aprovou a lei que regulamenta a volta às aulas nessas unidades. O texto, porém, não especifica uma data para o retorno e estabelece algumas normas para gerenciar a retomada.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foi aconselhado a ter cautela. Em entrevista a Globonews na última quarta (05), ele disse que as aulas só voltarão na capital com a aprovação da vigilância sanitária, e não por “pressões” externas.

mais lidas