Siga nossa Redes

Destaque

Sornoza decide título equatoriano pela LDU nesta terça e depois define futuro no Corinthians

esportes

Publicado

em

Sornoza decide título equatoriano pela LDU nesta terça e depois define futuro no Corinthians

Equipe está na final do Campeonato Equatoriano e disputa a decisão contra o Barcelona

Emprestado pelo Corinthians, o meia Júnior Sornoza entra em campo pela última vez com a camisa da LDU, do Equador, na noite desta terça-feira, às 22h15 (de Brasília).

A equipe de Quito, campeã do primeiro turno, decide com o Barcelona de Guaiaquil o título do Campeonato Equatoriano. No primeiro jogo, há uma semana, os times ficaram no 1 a 1. Sornoza participou do lance do gol, com um lindo passe de letra que iniciou o contra-ataque.

Pelo acordo inicial, Sornoza deve se reapresentar ao CT Joaquim Grava na semana de 4 de janeiro. Como o Campeonato Brasileiro está com inscrições encerradas, porém, ele teria de ficar só treinando até 28 de fevereiro, quando será iniciado o Campeonato Paulista.

Sornoza pela LDU — Foto: Reprodução do Instagram da LDU

Nos primeiros dias de 2021, a nova diretoria de futebol vai se reunir com o técnico Vagner Mancini para decidir a situação do jogador. Nos últimos dias, equipes de outros mercados fizeram sondagens para um novo empréstimo. Por enquanto, não há definições.

O desejo da diretoria alvinegra era o de vender o atleta, mas Sornoza tem um preço considerado alto para o mercado sul-americano, de US$ 5 milhões (R$ 26,3 milhões na cotação atual). Aos 26 anos, Sornoza tem contrato com o Corinthians até o fim de 2022.

Primeiro equatoriano a vestir a camisa do Timão, ele disputou 32 partidas, fez um gol e deu 11 assistências em sua única temporada pelo clube, em 2019.

Atualmente, o elenco alvinegro tem cinco estrangeiros: Araos (chileno), Bruno Méndez (uruguaio), Cantillo (colombiano), Cazares (equatoriano) e Otero (venezuelano). O contrato do argentino Mauro Boselli acaba no dia 31 e ele já foi liberado pela diretoria.

.

.

.

GE – Globo Esporte.

Publicidade

mais lidas