Siga nossa Redes

Destaque

Seis fatos sobre a boa fase do Corinthians para você comentar nesta quinta-feira

esportes

Publicado

em

Seis fatos sobre a boa fase do Corinthians para você comentar nesta quinta-feira

Timão segue em busca de uma vaga na Libertadores após goleada sobre o Fluminense

A vitória do Corinthians por 5 a 0 sobre o Fluminense, na noite de quarta-feira, aumentou para sete o número de jogos de invencibilidade da equipe corintiana, que chegou aos 42 pontos na tabela e e assumiu a oitava posição no Brasileirão, mantendo-se na briga por uma vaga na Libertadores.

Abaixo, você confere seis fatos sobre a boa fase do Timão, que começou 2021 com o pé direito:

1) Mancinismo em alta

 

O técnico Vagner Mancini fez, contra o Fluminense, o seu 15º jogo no comando do Timão. São oito vitórias, quatro empates e três derrotas, com um aproveitamento geral de 62,2% dos pontos.

Considerando só o Brasileirão, sem os dois jogos de Copa do Brasil, o desempenho vai a 69,2%, números de time líder do campeonato. Hoje, o São Paulo lidera e tem 64,4% de aproveitamento.

Vagner Mancini em Corinthians x Fluminense — Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Vagner Mancini em Corinthians x Fluminense — Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

2) Talismã

 

O desempenho de Fábio Santos pelo Corinthians em seu retorno é assustadoramente positivo.

Em dez partidas, venceu sete e empatou outras três. Jogou todos os 900 minutos, sem ser substituído nenhuma vez. Em sete ocasiões, o Timão saiu de campo sem ser vazado. Pé quente, hein?

Fábio Santos, ao fundo, observa a jogada — Foto: Marcos Ribolli

Fábio Santos, ao fundo, observa a jogada — Foto: Marcos Ribolli

3) Defesa forte

 

O Corinthians sofreu apenas um gol nos últimos sete jogos: foi de Fernandão, atacante do Goiás, na vitória por 2 a 1 no fim do ano passado.

Antes vista como uma peneira no início do torneio, a zaga do Timão se fechou bem e hoje é pouquíssimo ameaçada, o que torna a vida de Cássio mais fácil.

4) A dupla entrosou

 

Cazares deu duas assistências contra o Goiás, marcou um gol contra o Botafogo e fez mais um diante do Fluminense. Gustavo Mosquito fez um dos gols da vitória contra o Goiás e devolveu a assistência para Cazares, só que em dobro: deu passe para os gols que ele fez contra Botafogo e Fluminense.

Cazares comemora seu gol contra o Fluminense — Foto: Marcos Ribolli

Cazares comemora seu gol contra o Fluminense — Foto: Marcos Ribolli

5) Não amarelou

 

Gabriel levou o seu segundo cartão amarelo contra o Atlético-GO, em 7 de novembro. De lá para cá, atuou em oito partidas, mas não foi advertido nenhuma outra vez pela arbitragem. Assim, tem atuado pendurado desde então, sem ser advertido. Ileso contra o Flu, poderá jogar o Dérbi de segunda-feira.

6) Jô e a marca dos 50 gols

 

Com 203 jogos pelo Corinthians divididos em três passagens, o atacante chegou ao seu gol de número 50 pelo Timão na partida diante do Fluminense.

Foi, aliás, o 21º gol dele na Neo Química Arena, o que coloca o centroavante na perseguição a Angel Romero, maior artilheiro do estádio. O paraguaio deixou o Timão com 27 gols dentro da Arena. Jadson, com 24, é o vice.

.

.

.

GE – Globo Esporte.

Publicidade

mais lidas