Siga nossa Redes

Destaque

São Paulo vacila no Morumbi, cede empate ao Coritiba e vê título cada vez mais longe

esportes

Publicado

em

São Paulo vacila no Morumbi, cede empate ao Coritiba e vê título cada vez mais longe

Empate ao Coritiba e vê título cada vez mais longe

Mais um vacilo para a conta do Tricolor

 

A fase do São Paulo no Campeonato Brasileiro é terrível. Na noite deste sábado, no Morumbi, o Tricolor saiu na frente do Coritiba com gol de Luciano, mas cedeu o empate ao Coxa, que marcou com Sarrafiore, na reta final da partida. O resultado faz o Tricolor chegar a cinco jogos sem vencer na competição (são três derrotas e dois empates). O time paranaense, mesmo sem perder há quatro jogos (três empates e uma vitória), ainda agoniza na zona de rebaixamento. No jogo desta noite, porém, a estratégia do Coritiba de jogar no contra-ataque foi mais eficaz que a do São Paulo. O time do Morumbi teve muita dificuldade de criação e não matou o jogo quando teve a chance.

 

Como fica?

 

O empate mantém o São Paulo na segunda colocação, agora com 58 pontos. Mas o ex-líder pode ver o Inter abrir distância na ponta e ainda ser ultrapassado pelo Flamengo em caso de vitórias. O Coritiba, por sua vez, está em 18º, com 27.

 

Primeiro tempo

A necessidade da vitória para aliviar a crise fez o São Paulo partir para cima logo de cara. E, aos dois minutos, Tchê Tchê arriscou de fora da área. Mas não assustou. A resposta do Coritiba foi mais perigosa. Aos cinco, após cruzamento de Natanael, Galdezani cabeceou na pequena área e levou perigo. Com maior posse de bola, como quase sempre, o Tricolor teve dificuldade na pontaria. Brenner perdeu um gol de cabeça, e Juanfran uma chance em chute de primeira. À espera de um contra-ataque, o Coxa chegou novamente com perigo aos 15, de novo em cabeçada de Galdezani. Como resposta, o São Paulo foi ao ataque com Bruno Alves, mas o zagueiro pegou mal de fora da área e pediu desculpas. Na sequência, Luciano aproveitou cruzamento de Daniel Alves e levou perigo de cabeça. Do lado do Coritiba, Luiz Henrique bateu falta de longe e viu Volpi defender com facilidade. Demorou para o São Paulo criar de novo. Só aos 44 é que Daniel Alves recebeu de Luciano na grande área, girou e viu Wilson fazer a defesa. Primeiro tempo, no geral, fraco.

Brenner lamenta durante jogo do São Paulo

Brenner lamenta durante jogo do São Paulo (Foto: Marcos Ribolli)

Segundo tempo

Logo no primeiro lance da etapa final, o Coritiba quase abriu o placar. Nathan recebeu ótimo passe na grande área e bateu cruzado. Volpi, com a perna, salvou o São Paulo. Aos cinco, o Tricolor chegou bem em contra-ataque, mas a zaga do Coxa tirou a bola antes de chegar em Luciano, que finalizaria sem goleiro. Aos 13 minutos, no entanto, o São Paulo foi certeiro. Reinaldo tocou para Pablo ajeitar para Luciano bater colocado e abrir o placar no Morumbi. O São Paulo quase chegou ao segundo gol aos 25, quando Luciano serviu Pablo, que chutou cruzado e viu Wilson salvar com o pé. Aos 30, no contra-ataque, o Coritiba assustou em chute de Neilton que explodiu na zaga. Com paciência e eficiência, o Coxa empatou aos 36. Ricardo Oliveira tocou para Sarrafiore chutar colocado, sem chance para Volpi. O gol foi um balde de água fria no São Paulo, que não conseguiu mais reagir.

São Paulo x Coritiba

São Paulo x Coritiba (Foto: Marcos Ribolli)

Emboscada

 

O ônibus que levava a delegação do São Paulo para o Morumbi sofreu uma emboscada no meio do caminho. Vândalos acertaram o veículo com pedras e rojões. A Polícia Militar conseguiu prender 14 pessoas. Leia mais aqui.

 

Ônibus do São Paulo é atacado por vândalos

Ônibus do São Paulo é atacado por vândalos

 

Fala, Sarrafiore!

Autor do gol do Coritiba, o meia falou após o jogo:

"Vamos acreditar até o final" - Sarrafiore após empate contra o São Paulo

“Vamos acreditar até o final” – Sarrafiore após empate contra o São Paulo

Próximos jogos

 

São Paulo e Coritiba voltam a campo pelo Brasileirão no dia 31 de janeiro, às 16h. O Tricolor visita o Atlético-GO, enquanto o Coxa recebe o Grêmio no Couto Pereira.

.

.

.

GE – Globo Esporte.

Publicidade

mais lidas