Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

São Paulo joga mal, mas mostra raça e empata com o Racing na Argentina

Publicado

em

São Paulo joga mal, mas mostra raça e empata com o Racing na Argentina

Miranda foi o melhor em campo; Tricolor segue na liderança do Grupo E da Libertadores

Empate com a cara da Libertadores!

 

Em um jogo muito duro na Argentina, o São Paulo empatou por 0 a 0 com o Racing, na noite desta quarta-feira, pela terceira rodada do Grupo E da Libertadores. Com a escalação titular, mas sem apresentar o mesmo futebol de antes, o Tricolor conquistou um ponto na raça e com grande atuação de Miranda – Volpi também merece destaque por uma defesa importante nos acréscimos. De preocupação, Luciano e Daniel Alves, ambos substituídos com problemas musculares. O ponto positivo nesta noite foi a força defensiva, principalmente depois da expulsão de William, no segundo tempo.

 

Como fica?

 

Com o empate, o São Paulo segue na liderança do Grupo E da Libertadores, agora com sete pontos. O Racing, com cinco, vem logo atrás.

 

Primeiro tempo

 

O primeiro lance de perigo do jogo foi do São Paulo. E só não foi convertido em gol porque Arias fez grande defesa e salvou o Racing. Aos sete, Reinaldo recebeu boa bola na esquerda e cruzou. Pablo fez o corta-luz, e Luciano bateu de primeira. O goleiro do time argentino fez boa intervenção. O susto acordou os donos casa. Aos 15, só o travessão parou Sigali em chute na pequena área, depois de a bola ficar para lá e para cá. Na sequência, Mena cruzou para Maggi desviar e assustar Volpi. O Tricolor só voltou a levar perigo ao 27, quando Reinaldo cruzou, Pablo quase chegou, e a bola ficou com Arias. Com mais volume e sem deixar o São Paulo jogar, o Racing chegou novamente com perigo aos 34, quando Martínez cabeceou por cima do gol. Sem conseguir se infiltrar na defesa do time argentino, o Tricolor teve ótima chance em cobrança de falta aos 40, quando Daniel Alves acertou o travessão. Grande oportunidade. Na reta final do primeiro tempo, ainda houve confusão entre os jogadores dos dois times após Benítez levar um tapa em disputa. No geral, o primeiro tempo foi equilibrado, mas o São Paulo teve mais dificuldade, apesar das chances.

 

Segundo tempo

 

As duas equipes voltaram com os mesmos times para o segundo tempo. A primeira chance foi do Racing, em chute de longe, para fora. No lance seguinte, Daniel Alves deu belo passe para Luciano na grande área, mas o atacante foi desarmado antes da finalização. Aos 10, Martínez, de fora da área, bateu forte e obrigou Tiago Volpi a fazer bela defesa. Mais adiante, o São Paulo perdeu dois importantes jogadores por problemas musculares: Luciano e Daniel Alves. O jogo ficou cada vez mais truncado e brigado no meio de campo. Somente aos 27 é que o Racing chegou bem, marcando com Mena, após cruzamento. Mas o árbitro assinalou impedimento. Um minuto depois, a bola sobrou para Pablo na entrada da área. O atacante optou por chutar em vez de tocar para Eder e desperdiçou boa oportunidade. A situação ficou complicada para o São Paulo aos 34, depois que William foi expulso por falta em Cvitanich (a decisão do árbitro foi exagerada, mas não há VAR nessa fase). Com um a mais, o Racing intensificou a pressão, mas não conseguiu superar Miranda e nem Volpi, autor de uma grande defesa aos 49 minutos, em chute de Godoy.

 

Preocupação!

 

Daniel Alves e Luciano sentiram problemas musculares durante o jogo e tiveram de ser substituídos.

Daniel Alves durante Racing x São Paulo

Daniel Alves durante Racing x São Paulo (Foto: Staff images /CONMEBOL)

 

Tabu argentino!

 

O São Paulo segue sem vencer o Racing na história. Em seis encontros até agora, foram dois empates e quatro derrotas. Além disso, o Tricolor não vence um jogo na Argentina desde a semifinal da Libertadores de 2005, quando bateu o River Plate por 3 a 2.

 

Próximos jogos

 

O São Paulo volta a campo no domingo, pelo Paulistão, para enfrentar o Mirassol, fora de casa, ainda sem horário definido. Pela Libertadores, o Tricolor volta a campo na quarta, dia 12, às 19h, contra o Rentistas, no Uruguai.

.

.

.

Fonte: Ge – Globo Esporte.

mais lidas