Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Santos tem superávit, mas Conselho Fiscal diz que clube precisa vender mais jogadores

Publicado

em

Santos tem superávit, mas Conselho Fiscal diz que clube precisa vender mais jogadores

Relatório sobre o segundo semestre mostra que situação financeira do Peixe continua delicada

O Santos registrou um superávit de R$ 14 milhões no segundo semestre de 2021. A situação financeira a curto prazo, porém, ainda é muito delicada. Essa é a avaliação do relatório do Conselho Fiscal do clube, que será apresentado na reunião do Conselho Deliberativo na noite desta segunda-feira.

ge teve acesso ao documento. Em 21 páginas, o órgão detalhou receitas, despesas, negociações de dívidas e qual é o panorama da situação financeira do Alvinegro.

O Conselho apontou o superávit de R$ 14.350.734,00. Neste período, o orçamento previa um déficit de R$ 10,5 milhões. O órgão também demonstrou a queda no passivo circulante – as dívidas de curto prazo, a serem pagas em até 12 meses. Em 31 de dezembro de 2020, o valor era de R$ 340,9 milhões. Atualmente, a dívida está em R$ 260,4 milhões.

Já a dívida de longo prazo aumentou no mesmo período, passando de R$ 305,2 milhões para R$ 345,1 milhões.

De acordo com o Conselho Fiscal, o resultado do segundo trimestre foi bom e o saldo das receitas e despesas do dia a dia está sobre controle. Entretanto, a situação a curto prazo é ruim.

– Fica claro para os conselheiros, associados e torcedores que o orçamento 2021 prevê a necessidade de grandes vendas para a captação de recursos ainda durante este ano – trouxe um trecho do relatório.

Ainda segundo o Conselho Fiscal, a “realidade nua e crua” é que não há dinheiro na conta corrente do clube, que tem estado em dia graças a ginástica financeira feita pelo Comitê Gestor, aliados ao valores do “funding” aprovado pelo Conselho Deliberativo, permitindo acesso de dinheiro com juros baixos.

– O Santos não pode depender de dinheiro emprestado, mas de momento foi a única saída – destacou o Conselho no documento.

Presidente do Santos, Andres Rueda — Foto:  Foto: Divulgação/Santos FC

Presidente do Santos, Andres Rueda — Foto: Foto: Divulgação/Santos FC

Desempenho no campo e as finanças

No relatório, o Conselho Fiscal alerta que receitas vindas de premiações, participação de campeonatos e da TV não se manterão no mesmo fluxo para o final do ano.

A situação do caixa melhorou devido a antecipações de cotas de TV e premiações pelo desempenho no Brasileirão de 2020 e o vice da Copa Libertadores da América da temporada passada, mas o com atual rendimento da equipe no campo, isso não se repetirá.

O Conselho Fiscal também ressalta que as perdas de receitas irão refletir diretamente no campo.

– O foco e a esperança de todos era a obtenção de grandes patrocinadores e parceiros; agora, com o clube eliminado das principais competições sul-americanas, essa aspiração fica mais difícil. Esperamos que o executivo cuide de forma minuciosa do planejamento dentro do futebol profissional, visando uma maior competitividade e um consequente aumento de receitas – ponderou o órgão.

.

.

.

Globo Esporte

mais lidas