Siga nossa Redes

Sem categoria

Saída de Cazares, rodízio e apoio da diretoria podem abrir espaço maior para Luan no Corinthians

Redação SP

Publicado

em

Depois de vencer etapa de abertura com Lewis Hamilton, Toto Wolff, chefe da Mercedes, espera por duelo desafiador com a RBR; time nutre expectativas pelo GP da Emilia-Romagna, neste fim de semana

Apesar dos temores da Mercedes após uma pré-temporada sólida da rival RBR em 2021, foi a equipe alemã que levou a melhor no GP do Bahrein com vitória de Lewis Hamilton. Porém, mesmo com a vantagem, o time se mantém cauteloso diante do risco de enfrentar um campeonato mais difícil na Fórmula 1 do que nos últimos anos; para Toto Wolff, chefe da montadora, a RBR ainda segue como favorita.

– Podemos ter vencido a primeira briga, mas não temos ilusões de que esta será uma temporada simples. O carro ainda está sem ritmo de corrida e a RBR parece ter a vantagem agora – reconheceu Wolff.

A RBR tem em Max Verstappen sua principal referência para duelar com a Mercedes. O holandês dominou a pré-temporada da F1 e se manteve no topo durante os treinos e a classificação no Bahrein; a vitória, porém, ficou com Hamilton, atual líder do campeonato de pilotos.

Enquanto a equipe austríaca surgiu em 2021 com um carro mais consistente que o do último ano, a Mercedes ainda busca solucionar questões como os problemas apresentados na traseira do W12 ainda na pré-temporada, que também deu trabalho para Hamilton na pista em Sakhir.

Max Verstappen, da RBR, e Lewis Hamilton, da Mercedes, no GP do Bahrein; holandês ameaçou domínio da heptacampeã de construtores — Foto: Andy Hone - Pool/Getty Images

Max Verstappen, da RBR, e Lewis Hamilton, da Mercedes, no GP do Bahrein; holandês ameaçou domínio da heptacampeã de construtores — Foto: Andy Hone – Pool/Getty Images

Segundo a própria equipe alemã,a telemetria apontou que a RBR está mais rápida. Após a vitória que sucedeu uma tensa disputa no Bahrein, Hamilton também reconheceu que a Mercedes precisará de um esforço extra para conseguir bater a rival.

O desafio para o restante da temporada, no entanto, é bem vindo para a heptacampeã de construtores:

– Estamos fazendo muito esforço para diminuir essa diferença, mas este é um desafio que adoramos. A temporada de 2021 certamente começou de maneira espetacular. Foi uma primeira corrida encorajadora. Saímos do Bahrein com um pódio duplo, e espero que o duelo no deserto entre nós e a RBR seja um sinal do que está por vir nesse ano.

Boas lembranças

 

Neste fim de semana, a Mercedes retornará para o palco onde conquistou seu heptacampeonato de construtores em 2020, em Imola, no GP da Emilia-Romagna. Na última edição da etapa, a RBR acabou fora da disputa após um bom começo de prova, vencida por Hamilton.

Lewis Hamilton cruza a linha de chegada em Imola, para a festa da Mercedes no pit wall — Foto: Lars Baron/F1 via Getty Images

Lewis Hamilton cruza a linha de chegada em Imola, para a festa da Mercedes no pit wall — Foto: Lars Baron/F1 via Getty Images

– Todos gostamos de voltar para Imola após 14 anos de ausência, e foi ainda mais especial pelo fato de termos garantido nosso sétimo campeonato naquele fim de semana. Imola é um local histórico, icônico. É uma pista bastante estreita, o que torna as ultrapassagens mais difíceis, mas coloca o foco na estratégia e torna a classificação ainda mais crucial. Estamos ansiosos para retornar neste fim de semana e ver o que a corrida de 2021 nos reserva – disse Toto Wolff.

Apesar de evitar expectativas, a Mercedes segue líder do campeonato com os 41 pontos somados por Hamilton, vencedor do GP do Bahrein, e Valtteri Bottas, terceiro colocado e dono da volta mais rápida. A RBR é a vice-líder, com 28 pontos.

 

.

.

.

Fonte: GE – Globo Esporte.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mais lidas