Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Saiba quais estados terão ‘lei seca’ nas eleições municipais

Publicado

em

Saiba quais estados terão 'lei seca' nas eleições municipais

A venda de bebida alcoólica será proibida em alguns locais.
Restrição é decidida por cada estado e município.

A decisão sobre a proibição da venda de bebidas alcoólicas antes das eleições e durante a votação, além do consumo em locais públicos, fica a cargo dos estados e municípios. Em pelo menos 14 estados haverá a chamada “lei seca”, segundo levantamento feito pelo G1.

A votação está marcada para este domingo (2), das 8h às 17h. Em algumas cidades, a restrição da venda de bebidas começou já neste sábado (1º). Em outros, como Pará, Paraíba e Paraná, a proibição foi derrubada por liminares na Justiça.

Veja a seguir a situação em cada estado:

ACRE
A comercialização de bebida alcoólica em todo o estado fica proibida das 12h do sábado até às 20h do domingo, por decisão conjunta dos juízes eleitorais do Acre. O TRE-AC informou que o objetivo é evitar qualquer tipo de tumulto causado por pessoas alcoolizadas.

ALAGOAS
A compra e a venda de bebida alcoólica estão proibidas desde a meia-noite do sábado. A restrição, que foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado, vale até as 18h do domingo, em todo o estado. O texto é assinado pelo secretário de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP-AL), coronel Lima Júnior, e diz que o objetivo da medida é proporcionar tranquilidade e segurança nas eleições.

AMAPÁ
A distribuição e consumo de bebida alcóolica em locais públicos ficam proibidas das 18h deste sábado às 20h de domingo, em todo o estado.

AMAZONAS
A restrição vale das 18h deste sábado (1º) até as 23h do domingo. A decisão foi tomada de forma conjunta pelos juízes eleitorais. Uma portaria, assinada pelo presidente do TRE-AM, desembargador Yedo Simões, e pelo secretário de Segurança Pública, Sérgio Lúcio Fontes, diz que a bebida alcoólica afeta o discernimento e também pode atrapalhar a “boa ordem dos trabalhos eleitorias”.

O descumprimento da determinação caracteriza a prática do crime de desobediência, segundo o artigo 347 do Código Eleitoral Brasileiro (Lei nº 4.737/1965), que prevê, em caso de condenação, prisão de três meses a um ano e pagamento de 10 a 20 dias de multa.

BAHIA
A decisão cabe a cada município. Na capital, Salvador, não vai haver proibição.

CEARÁ
A venda e consumo em locais públicos e estabelecimentos comerciais ficam proibidas entre as 0h e as 18h de domingo, em todo o estado.

ESPÍRITO SANTO
A “lei Seca” vai valer em ao menos seis cidades do estado: Boa Esperança, Dores do Rio Preto, Ibiraçu, Ibitirama, João Neiva e Pinheiros. Os horários de restrição variam conforme a decisão de cada juiz. Na capital, Vitória, não haverá proibição.

GOIÁS
A Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás informou na última sexta-feira (30) que não vai adotar a restrição de venda e consumo de bebidas alcoólicas nestas eleições. No entanto, a secretaria recomendou que os eleitores fiquem atento a possíveis decisões dos juízes eleitorais da região, que podem adotar regras específicas caso julguem conveniente.

MATO GROSSO DO SUL
Portaria conjunta de juízes eleitorais de Campo Grande regulamenta a “lei seca” na cidade neste domingo (2). Fica proibida a venda e consumo de bebidas alcoólicas das 3h às 17h do dia da eleição, em estabelecimentos comerciais e locais abertos ao público. O descumprimento da determinação caracteriza a prática do crime de desobediência previsto no art. 347 do Código Eleitoral.

MATO GROSSO
A decisão cabe a cada município. Doze já decretaram a “lei seca”; são eles: Curvelândia, Glória D’Oeste, Mirassol D’Oeste, Porto Esperidião, Alto Araguaia, Alto Taquari, Araguainha, Ponte Branca, Sorriso, Feliz Natal, Ipiranga do Norte e Nova Ubiratã. Nessas cidades, está proibida a venda, comercialização ou distribuição de bebidas alcoólicas das 22h deste sábado até às 17h30 de domingo.

MARANHÃO
O fornecimento e consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos ou de acesso público ficam proibidos em todo o estado das 18h deste sábado às 23h59 de domingo.

MINAS GERAIS
A venda e a distribuição estão proibidas das 6h às 18h de domingo, em todo o estado. A proibição valerá no dia 30, caso haja segundo turno.

PARÁ
O Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado do Pará conseguiu liminar na tarde desta sexta-feira (30), na 2ª Vara da Fazenda da Comarca de Belém, que suspende a “lei seca” nos domingos em que ocorrerão a votação dos 1º e 2º turnos das eleições municipais (2 e 30 de outubro). Empresários alegaram que, em tempos de crise financeira, poderiam sofrer mais um prejuízo econômico com a restrição.

PARAÍBA
Foi determinada a “lei seca” das 6h às 18h de domingo, em todas as cidades do estado. Mas o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) derrubou a portaria publicada pela Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social do Estado (Seds). A decisão é válida apenas para associados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), segundo a assessoria jurídica da associação.

PARANÁ
A Justiça liberou a venda, compra e consumo de bebidas alcoólicas no domingo no Paraná. A liminar foi assinada nesta sexta-feira (30) pela desembargadora Maria Aparecida Blanco de Lima. A Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (Sesp-PR) tinha determinado a proibição, que valeria das 6h às 18h do domingo.

O pedido liminar foi feito pela Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar), que alegou que a resolução não tinha amparo no Código Eleitoral, que “apenas criminaliza o comportamento daquele que promova desordem que prejudique os trabalhos eleitorais”.

PERNAMBUCO
A venda de bebidas alcoólicas está liberada no estado neste ano. De acordo com o titular da Secretaria da Defesa Social, Alessandro Carvalho, a fiscalização acabava prejudicando o policiamento. “Porém, se o juiz eleitoral determinar no dia que é necessário essa proibição nós cumpriremos sua decisão”, completou.

PIAUÍ
A Secretaria de Segurança Pública publicou uma resolução que proíbe em todo o estado a venda, compra e o consumo público de bebidas alcoólicas entre 0h e 18h deste domingo.

RIO DE JANEIRO
No estado, a “lei seca” não é aplicada desde 1996.

RIO GRANDE DO NORTE
O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) decidiu suspender o consumo e a venda de bebidas alcoólicas em locais públicos, como bares, restaurantes e supermercados, entre às 6h e 18h do domingo. De acordo com o TRE, a medida se mostrou eficaz para garantir “a boa ordem do processo eleitoral” e reduzir o número de ocorrências nos locais de votação. Quem descumprir a determinação pode ser denunciado pelo crime de desobediência.

A medida vale para todo o estado. De acordo com o TRE, os juízes eleitorais de cada zona podem aumentar o horário da proibição. No entanto, para que isto seja feito, o juízes terão que publicar uma portaria informando os eleitores com, no mínimo, 48 horas de antecedência.

RIO GRANDE DO SUL
A decisão cabe aos municípios. Em Porto Alegre, não haverá “lei seca”.

RONDÔNIA
A decisão cabe a cada município. Em Porto Velho, não haverá restrição.

RORAIMA
A “lei seca” passa a valer a partir das 23h deste sábado em Roraima. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do estado, a determinação foi registrada em portaria do governo e dura até às 19h de domingo. A determinação veta comercialização, distribuição, fornecimento e consumo de bebida alcoólica nos 15 municípios do estado. Os estabelecimentos que desobedecerem a regra podem ter a mercadoria apreendida, e os consumidores podem ser detidos ou pagar multa, caso estejam causando “desordem pública”.

SÃO PAULO
O estado não terá restrição de consumo e venda de bebidas alcoólicas no primeiro e no segundo turno das eleições municipais.

SANTA CATARINA
Segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública, há sete anos o estado não tem “lei seca”. Nem nas duas cidades onde houve ocorrências policiais envolvendo candidatos, Balneário Rincão e Santa Cecília, houve a proibição da venda de bebidas alcoólicas.

SERGIPE
A decisão cabe aos municípios. Em Aracaju, não haverá proibição da venda de bebidas.

TOCANTINS
A “lei seca” foi determinada em seis cidades do estado – Palmas, Araguaína, Gurupi, Cariri, Aliança do Tocantins e Crixás do Tocantins. Em Palmas, o juiz eleitoral Luiz Astolfo assinou uma portaria estabelecendo a suspensão de comércio e consumo das 22h de sábado até as 19h de domingo.

mais lidas