Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Artigos

Rosania Morroni: O discurso da Educação em ano político

Publicado

em

Rosania Morroni: O discurso da Educação em ano político

O discurso da Educação em ano político

Em ano político, a temática Educação volta a fazer parte em primeiro plano, na maioria das vezes, dos discursos dos candidatos. Dá audiência, afinal, nesta terra tupiniquim, não estamos tão bem das pernas assim no desempenho das avaliações externas dos alunos, dentre outras questões negativas que impactam a Educação.

Falar em melhoria da qualidade de ensino, em escola para todos, chama a atenção do povo, que quer exatamente isso para seus filhos, uma escola boa, que ensine, que o respeite e que ele seja qualificado para o mercado de trabalho, atuando como cidadão consciente, transformando a sociedade num mundo melhor para se viver.

Será realmente que esses Planos de Governo, para essa Educação que queremos e necessitamos, são reais, amplos e contextualizados com nossa realidade e factíveis de serem desenvolvidos e que estejam articulados com as Metas do Plano Nacional de Educação? Se a intenção é de melhorar a sociedade, então, precisamos de pessoas mais completas. Fato! É aí que está o problema. Mudar os rumos da Educação no país, é condição primeira e que implica muito esforço e profissionalismo de todos, principalmente do agente público compromissado.

A reflexão nesse contexto, deve começar pelo ambiente que a criança vive. Se a vida dessa criança é plena de abuso, experiências assustadoras, ameaças e desnutrição, o desenvolvimento do cérebro está ameaçado. Mais um problema em nosso país, repleto de desigualdades sociais. Crianças se tornam produtos do ambiente.

Preocupação de teóricos e pesquisadores no mundo, se deve a crescente desigualdade, a crescente diferença entre as famílias e a falta de tempo dessas para dedicar atenção a criança. Questões como a falta de acesso à educação de qualidade, a saúde materna, a saúde infantil nos primeiros anos de vida, contribuem para aumentar a desigualdade social, dentre outros fatores. O desenvolvimento infantil, um dos direitos da criança e que nem sempre é atendido, é considerado uma das estratégias mais economicamente eficaz para combater a pobreza.

Será que realmente os candidatos se atentam para isso ou o discurso do ensino de qualidade tem apenas objetivos eleitoreiros?

 

ROSANIA MORALES MORRONI é palestrante e Professora formadora nas redes públicas municipais de ensino. Formada em Magistério, Pedagogia, Educação Física e Mestrado em Educação, Administração e Comunicação. Foi professora alfabetizadora nas redes públicas, Professora de Educação Física, Professora Coordenadora, Diretora de Escola, Supervisora de Ensino, Dirigente Regional de Ensino, Subsecretária de Articulação Regional na Secretaria de Estado da Educação de São Paulo, Professora Universitária e Secretária Municipal da Mulher no município de Poá. Atua há 36 anos no magistério.

mais lidas