Siga nossa Redes

Destaque

Repercussão de evento de Neymar aumenta antipatia internacional sobre o craque. Em que mundo ele vive?

esportes

Publicado

em

Repercussão de evento de Neymar aumenta antipatia internacional sobre o craque. Em que mundo ele vive?

Técnico cita casos de Luan Peres, Diego Pituca e Lucas Veríssimo de olho na semifinal

O técnico Cuca, do Santos, cobrou a manutenção do elenco de olho na Copa Libertadores. O primeiro jogo da semifinal contra o Boca Juniors será no próximo dia 6 de janeiro, em La Bombonera.

De olho na vaga na final, o técnico quer a permanência de jogadores como Lucas Veríssimo, Diego Pituca e Luan Peres, após o empate por 1 a 1 com o Ceará, neste domingo, na Vila Belmiro, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A situação deles será definida pelo presidente eleito Andrés Rueada, com quem o técnico conversou e cujo mandato começará no dia 1º de janeiro.

— Não podemos pensar em 2021. Temos que pensar em 2020/2021. Estamos em uma competição importantíssima que é a Libertadores. É a prioridade. Todos sabem. Estamos a quatro partidas sem ganhar no Brasileiro, mas muito em questão de tirar o time para passar adiante na semifinal da Libertadores. Não posso pensar em montagem para 2021 — disse Cuca.

— Tenho que guardar tudo para o dia 6 e 13, que são os dois jogos, mas para poder bater de frente não podemos perder ninguém. Não pode perder Pituca, Luan (Peres), (Lucas) Veríssimo. Tem que fazer de tudo para ter os jogadores em condição clínica para jogar, o caso do Pará, do Jobson e do Madson — completou.

Pituca recebeu proposta do Kashima Antlers. O Santos tinha aceitado, mas depois voltou atrás e deixou a decisão para a próxima gestão. Após o vai e vem no negócio, os japoneses recuaram.

Lucas Veríssimo tem possibilidade de sair para o Benfica, e Luan Peres está emprestado até esta quinta-feira (dia 31) pelo Club Brugge, da Bélgica.

— Ele (Luan Peres) tem que ficar. O mínimo que temos que fazer é manter o time. O adversário está se fortalecendo, contratando, vendo a janela. A janela passou do dia 1 para o dia 3. Nós não podemos contratar. É uma questão de manter porque o jogador está firme querendo ficar e temos que manter os dois.

Até o início das semifinais da Libertadores, o Santos terá nove dias.

— Agora a gente tem um bom tempo. Uma semana para trabalhar, o adversário é bom. Tenho que ter as peças ideais para isso — disse Cuca.

.

.

.

GE – Globo Esporte.

Publicidade

mais lidas