Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Renault anuncia saída de Cyril Abiteboul, chefe da equipe de F1, da companhia francesa

Publicado

em

Renault anuncia saída de Cyril Abiteboul, chefe da equipe de F1, da companhia francesa

Anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira pelo CEO Luca de Meo; expectativa é de que diretor executivo, Marcin Budkowski, assuma o comando da escuderia de Fórmula 1

De olho em um novo começo, a Renault, que em breve adotará a identidade de Alpine na F1, anunciou a saída de Cyril Abiteboul da companhia francesa na manhã desta segunda-feira. Ao que tudo indica, o cargo de chefe da equipe de Fórmula 1, que pertencia a Abiteboul desde 2017, será ocupado pelo atual diretor executivo Marcin Budkowski. Em sua despedida, Cyril agradeceu à empresa pela confiança e pelos anos de trabalho;

– Gostaria de agradecer o Grupo Renault por ter confiado em mim por tanto anos, principalmente com o relançamento a a restruturação do time, que começou em 2016. As fundações sólidas da equipe de F1 e as instalações construídas ao longo dos anos na França e na Inglaterra, junto com a evolução estratégica do esporte em direção a um modelo economicamente sustentável e, mais recentemente, o projeto Alpine, que traz novo senso de dinamismo, tudo isso resume uma boa trajetória. Agradeço a Luca de Meo por ter me envolvido no projeto Alpine e desejo o maior sucesso à nova estrutura – afirma Abiteboul.

Ao mesmo tempo em realizou essa mudança, o CEO da companhia francesa, Luca de Meo, divulgou que Laurent Rossi, ex- diretor de estratégia de desenvolvimento de negócios da Renault, passará a ser o CEO da Alpine – cuidando assim da produção dos carros de rua, da equipe de F1 e de outra atividades ligadas ao automobilismo.

– Gostaria de agradecer calorosamente a Cyril por seu envolvimento incansável, que levou a equipe Renault F1 do penúltimo lugar em 2016 aos pódios na temporada passada. Seu excelente trabalho na F1 desde 2007 nos permite olhar para o futuro com uma equipe forte e a nova identidade Alpine F1 para conquistar pódios este ano – diz o CEO Luca de Meo.

Luca de Meo, CEO da Renault — Foto: Peter Fox/Getty Images

Luca de Meo, CEO da Renault — Foto: Peter Fox/Getty Images

Com o nome Renault, a equipe está na sua terceira passagem pela F1, tendo sido responsável pela introdução dos motores turbo, em 1977, além de ter conquistado o bicampeonato de pilotos e construtores em 2005 e 2006, com Fernando Alonso. Apesar de não ter repetido o sucesso do passado, em 2020 o time conquistou três pódios, sendo dois de Daniel Ricciardo e um de Esteban Ocon, para terminar o ano na quinta colocação.

Na temporada 2021, a Alpine terá o retorno à Fórmula 1 do espanhol Fernando Alonso para se juntar ao francês Ocon – o australiano Daniel Ricciardo deixará o time rumo à McLaren.

.

.

.

GE – Globo Esporte.

mais lidas