Siga nossa Redes

Reinaldo Polito

Reinaldo Polito: Aprenda a jogar xadrez e raciocine melhor

Redação SP

Publicado

em

Reinaldo Polito: Aprenda a jogar xadrez e raciocine melhor

Aprenda a jogar xadrez e raciocine melhor

Bobby Fisher foi genial! Kasparov também. Assim como, entre outros, Alekhine, Capablanca, Karpov e, atualmente, Magnus Carlsen. Se você ainda não ouviu falar nessa turma, significa que está afastado dos tabuleiros de xadrez. E está distante por quê? Não sabe jogar, ou não é chegado no assunto? Ah, você já está familiarizado com esses nomes? Opa, entre na roda e participe do papo.

Uma das séries de maior sucesso da televisão é o Gambito da Rainha. Essa história fez com que muita gente começasse a se interessar pelo jogo de xadrez, além de incentivar outros tantos a tirar do armário tabuleiros que estavam lá encostados há muitos anos. Eu mesmo já fui um aficionado, mas por um motivo ou outro, também deixei o jogo de lado.

Depois da série, baixei alguns aplicativos no smartphone e voltei a praticar. Descobri alguns blogs muito bons que reproduzem grandes partidas e comentam cada um dos lances. Essa é uma boa forma de aprender e aperfeiçoar as habilidades enxadrísticas. Recomendo um em particular, o Raffael Chess. Além de repisar e comentar os mais importantes jogos da história, ele é muito divertido, joga e analisa jogada por jogada. Assim, aprendemos com seus erros e acertos. Vale a pena conhecer.

Quem ainda não sabe nada de xadrez, o ideal é pesquisar em alguns blogs que ensinam os primeiros passos. Orientam como dispor as peças no tabuleiro, como cada uma delas se movimenta, a determinar o valor dos peões, da torre, do cavalo, do bispo, da dama (ou rainha) e do rei. Em pouco tempo você estará em condições de disputar as primeiras partidas.

Se você já passou desta fase, os blogs poderão ajudá-lo no aprimoramento da técnica. Mostram quais são as principais aberturas, o meio jogo e os finais. Darão dicas importantes, por exemplo, de como dominar o centro do tabuleiro, e de como é desaconselhável mexer a mesma peça várias vezes seguidas. Quase todos vão alertá-lo a movimentar as peças valiosas o mais rápido possível, menos a dama e o rei, que, sempre que possível, precisam ser preservados.

Os aplicativos também são ótimos. A maioria possui diferentes níveis de dificuldade. À medida que você for melhorando seu desempenho, poderá se arriscar em etapas mais avançadas, medindo sua habilidade em enfrentar “adversários” mais competentes. É uma excelente diversão, uma ótima forma de passar o tempo e uma maneira excepcional de exercitar o raciocínio.

Quem joga xadrez, aprende a antever as situações, a medir os riscos e a avaliar as possibilidades. Essa habilidade pode proporcionar bons resultados para as tomadas de decisões, tanto nas atividades profissionais, como nas mais diversas questões pessoais. É um mundo excitante a ser desvendado, tanto para quem está iniciando, quanto para quem já consumiu boas horas analisando jogadas no tabuleiro. Ah, e se ainda não assistiu, coloque na sua agenda a série “O Gambito da Rainha”. Assista, ainda que não saiba nada de xadrez.

Reinaldo Polito é Mestre em Ciências da Comunicação e professor de oratória nos cursos de pós-graduação em Marketing Político e Gestão corporativa na ECA-USP. Escreveu 34 livros, com mais 1,5 milhão de exemplares vendidos em 39 países. Siga no Instagram: @polito pelo facebook.com/reinaldopolito pergunte no contatos@polito.com.br

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mais lidas