Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Rebecca, de 1,75m, brilha no vôlei de praia “É sofrido para quem é pequena”

Publicado

em

Rebecca, de 1,75m, brilha no vôlei de praia "É sofrido para quem é pequena"

 

Uma é na base da força, a outra na habilidade. As brasileiras Ana Patrícia e Rebecca estão classificadas para as quartas de final do torneio de vôlei de praia das Olimpíadas de Tóquio com um mix de uma das melhores bloqueadoras do circuito, Ana Patrícia, com a frieza e precisão de Rebecca, de 1,75m de altura, baixa para os padrões do vôlei de praia. Neste domingo, elas venceram as chinesas Fan Wang e Xia Zinyi por 2 a 0, parciais de 21/14 e 23/21 e avançaram na chave.

Rebecca tem apenas 1,75m, parece baixinha perto do 1,94m de Ana Patrícia. Mas, na hora do ataque, mesmo com dificuldades, ela representa: no jogo desta sexta-feira anotou 14 pontos de ataque, alguns deles mostrando habilidade:

– É sofrido para quem é pequena, viu? Todo mundo acha que dá para olhar onde vai largar, não dá, gente. Mas tem hora que não dá, eu vou muito na cantada da Ana, o que ela falar dá para seguir. Eu tenho que tentar dar a bola mais difícil. A Ana ataca bem mais, eu defendo bem mais – disse.

 

Rebecca e Ana Patrícia — Foto: Foto: Miriam Jeske/COB

Rebecca e Ana Patrícia — Foto: Foto: Miriam Jeske/COB

 

As duas brasileiras estiveram muito bem no jogo de quartas de final. Ana Patrícia foi essencial no bloqueio, com nove pontos neste quesito. Já Rebecca foi bastante acionada no fim do segundo set e, com uma habilidade fora do comum, confirmou os ataques nos momentos decisivos.

– Tem função emocional, eu sou acelerada, ela é mais calma. Tem hora que eu preciso puxar ela, tem hora que ela precisa me acalmar. A maior força do nosso time é essa combinação. Ela tem uma tranquilidade para fazer as coisas, precisa ser sempre em cima da linha? (risos). Já eu uso mais a força – disse Ana Patrícia.

Ana Patrícia e Rebecca estão pela primeira vez nas Olimpíadas. A vaga foi conquistada pelos resultados no Circuito Mundial de 2019, quando o time terminou na quarta posição. Atualmente, o time está em 16º no ranking, muito por conta da lesão que Rebecca teve no tornozelo há alguns meses, que tirou a dupla de algumas etapas.

.

.

.

Fonte: Ge

mais lidas