Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Política

PSDB diz que fará nova rodada de testes em novo aplicativo antes de retomar votação das prévias

Publicado

em

PSDB diz que fará nova rodada de testes em novo aplicativo antes de retomar votação das prévias

Pleito interno definirá o pré-candidato do partido à Presidência da República nas eleições de 2022. Votação começou no domingo (21), mas foi suspensa após plataforma apresentar instabilidade.

O presidente do PSDB, Bruno Araújo, informou nesta quinta-feira (25) que o partido realizará uma nova rodada de testes em um novo aplicativo antes definir a data de retomada das prévias da sigla — pleito interno que definirá o pré-candidato do partido à Presidência da República nas eleições de 2022.

As prévias do PSDB começaram neste domingo (21), no entanto, a votação foi suspensa após o aplicativo utilizado pelos filiados apresentar instabilidade. Tucanos estimam que apenas 8%, dos quase 44.000 votantes, conseguiram confirmar o voto (veja mais abaixo).

Disputam as prévias do partido (por ordem alfabética): o ex-prefeito de Manaus (AM), Arthur Virgílio, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite e o governador de São Paulo, João Doria.

O chamado “teste de estresse”, em que o sistema é submetido a uma série de ataques em busca de vulnerabilidades, terá início no fim da noite desta quinta-feira (25) e avançará a madrugada desta sexta-feira (26).

Essa nova etapa ocorrerá porque a empresa selecionada, a Bee Voter, se comprometeu a realizar ajustes no sistema até as 21h desta sexta-feira (26), a pedido das campanhas dos pré-candidatos.

Se os resultados forem satisfatórios após os testes, as campanhas se reunirão na manhã desta sexta-feira (26) para definir os procedimentos, data e horário para a retomada da votação.

A expectativa, segundo Bruno Araújo, permanece a mesma: concluir o processo das prévias no domingo (28).

“Se, durante a madrugada, por volta de 5h, 6h, [desta sexta], houver um consenso de que se pode avançar, amanhã [sexta], às 9h, o partido se reúne para tomar uma decisão sobre os procedimentos de retomar e quando retomar o processo de votação”, afirmou Araújo.

“Nessas circunstâncias, se houver a confirmação por parte da empresa e não houver nenhum agente externo que impeça, as eleições estarão realizadas até domingo”, disse o presidente do PSDB.

Paralelamente, uma outra empresa, a Eleja Online, também está sendo testada para a hipótese de os resultados dos testes da Bee Voter não satisfazerem às demandas do PSDB.

PSDB suspende as prévias que vão decidir o candidato do partido à presidente da república

PSDB suspende as prévias que vão decidir o candidato do partido à presidente da república

Votação suspensa

 

No último domingo (21), as prévias do partido tiveram de ser suspensas devido a falha no aplicativo de votação, que impediu a maioria dos filiados de votar.

A plataforma contratada inicialmente, desenvolvida pela Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs), apresentou falhas e instabilidade, o que levou à suspensão da votação. Segundo os PSDB, os votos já registrados estão preservados.

Diante disso, uma segunda empresa, a RelataSoft, foi chamada, mas não resistiu aos testes de segurança feito pelas campanhas dos candidatos. Segundo a legenda, os resultados “não foram totalmente satisfatórios”. Isso levou à necessidade de procura por uma terceira empresa, a Bee Voter.

Bruno Araújo afirmou que o nível de exigência imposto pelo PSDB é alto e poucas empresas conseguem atender a demanda.

Ataque hacker

 

Prévias do PSDB: Aplicativo tem suspeita de ataque hacker

Prévias do PSDB: Aplicativo tem suspeita de ataque hacker

Paralelamente a isso, o vice-presidente jurídico do PSDB, deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), informou que, em um prazo de 10 dias, a sigla realizará procedimentos de apuração a fim de colher provas de eventual ataque hacker ao aplicativo “Prévias PSDB”, desenvolvido pela Faurgs.

Para isso, o partido entrará em contato com a Faurgs e contratará empresa especializada para realizar uma auditoria. Ao final do prazo de 10 dias, as apurações serão encaminhadas à Polícia Federal e outras medidas judiciais serão tomadas se indícios de fraudes forem constatados.

Ex-presidentes da sigla cobraram investigações sobre os possíveis ataques ao sistema no último domingo.

.

.

.

.

G1

mais lidas