Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Saúde

Prefeitura de SP libera neste sábado uso da vacina da Pfizer para aplicação da 2ª dose nas unidades sem AstraZeneca

Publicado

em

Prefeitura de SP libera neste sábado uso da vacina da Pfizer para aplicação da 2ª dose nas unidades sem AstraZeneca

Pelo Filômetro, é possível acompanhar os postos de vacinação contra Covid-19 que estão sem disponibilidade do imunizante da AstraZeneca na cidade.

A Prefeitura de São Paulo liberou o uso da vacina da Pfizer em substituição a vacina da AstraZeneca para a aplicação da segunda dose neste sábado (25). A medida é válida apenas nas unidades em que doses de AstraZeneca não estiverem disponíveis

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, a medida é utilizada de forma excepcional e emergencial, seguindo as diretrizes do Programa Estadual de Imunizações (PEI) e prevalece até a chegada de novas doses do imunizante da AstraZeneca.

Nesta sábado, os agentes de saúde fizeram uma busca ativa para imunizar os moradores de rua com o imunizante da Janssen, que é dose única.

Campanha de vacinação contra a Covid-19 em SP — Foto: Aloisio Mauricio/Agência Estado

Campanha de vacinação contra a Covid-19 em SP — Foto: Aloisio Mauricio/Agência Estado

Calendário imunização

 

A cidade de São Paulo aplica neste sábado (25) a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 em pessoas imunossuprimidas com mais de 18 anos que tomaram a última dose do esquema vacinal há pelo menos 28 dias. Também podem receber o reforço idosos com mais de 80 anos e indígenas aldeados com mais de 18 anos que tenham tomado a última dose do esquema vacinal há ao menos seis meses. A vacinação deste grupo é feita prioritariamente com o imunizante da Pfizer.

Podem tomar a primeira dose adolescentes a partir de 12 anos, que precisam estar acompanhados pelo responsável no momento da vacinação. Se isso não for possível, será necessário estar com um adulto e apresentar uma autorização assinada pelo responsável. A vacinação deste grupo é feita exclusivamente com a Pfizer.

Para quem vai tomar a segunda dose, estão disponíveis os três imunizantes: AstraZeneca, CoronaVac e Pfizer. Está programada também uma busca ativa para vacinar pessoas em situação de rua, com a dose única da Janssen.

Neste sábado (25), a vacinação acontece nas 82 Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs)/Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Integradas, das 7h às 19h, e nos 21 megapostos, das 8h às 17h.

Pelo Filômetro, é possível acompanhar a situação de espera nos postos que estão em funcionamento na cidade. Na página também é possível conferir quais vacinas estão disponíveis para aplicação de segunda dose em cada unidade.

Calendário atualizado de vacinação na capital:

 

Neste sábado (25):

  • Para a dose de reforço, pessoas com alto grau de imunossupressão com mais de 18 anos que tomaram a última dose do esquema vacinal (segunda dose ou dose única) há pelo menos 28 dias;
  • Para a dose de reforço, idosos com mais de 80 anos que tomaram a última dose do esquema vacinal (segunda dose ou dose única) há pelo menos 6 meses;
  • Para a dose de reforço, indígenas aldeados também recebem doses de reforço;
  • Para a primeira dose, adolescentes a partir de 12 anos;
  • Idosos com mais de 60 anos podem fazer a inscrição nas UBSs para receber as doses remanescentes, a chamada xepa. Vale para quem tomou a segunda dose há mais seis meses na capital. Para isso, é preciso apresentar o comprovante de vacinação com ciclo vacinal completo, documento com foto e comprovante de residência.

.

 

.

 

.

 

 

 

G1

mais lidas