Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Política

Prefeitura de SP lança plano de políticas públicas com foco na inclusão de idosos

Publicado

em

Prefeitura de SP lança plano de políticas públicas com foco na inclusão de idosos

A Prefeitura de São Paulo lançou nesta quinta-feira (28) um programa com 70 iniciativas de 15 secretarias que visam fomentar ações que aumentem a oferta de atividades e serviços para idosos da cidade.

O Plano Intersetorial de Políticas para o Envelhecimento foi lançado na reabertura do Polo Cultural da Terceira Idade – José Lewgoy, no Cambuci, no Centro de São Paulo, que volta a oferecer 19 oficinas gratuitas de cultura, lazer, esporte, educação e saúde para idosos.

Segundo dados da prefeitura, vivem na cidade 1,8 milhão de idosos – número maior do que a população de 19 das 27 capitais do país. Esta faixa etária contabiliza o maior número de mortes e internações por Covid-19 e foi duramente afetada pela necessidade de isolamento imposta pela pandemia.

O Plano Intersetorial de Políticas Públicas para o Envelhecimento será dividido em cinco eixos e ações para aumentar a oferta de atividades e serviços, além de criar iniciativas que auxiliem na formação e capacitação de profissionais para lidar com questões do envelhecimento. Ele foi elaborado com a participação de idosos que vivem na capital.

A prefeitura pretende ajudar na inclusão da pessoa idosa em sociedade, com a criação de novos Fóruns Regionais da Pessoa Idosa nas subprefeituras e articular com outros espaços participativos regionais e a ampliação do projeto Escola de Conselhos, transformada em política pública, garantindo também a inclusão de participantes dos Fóruns Regionais da Pessoa Idosa.

O primeiro projeto divulgado será o Recorda SP, que irá estimular idosos atendidos pela prefeitura a registrar suas histórias, experiências, lições de vida e até as receitas culinárias em um questionário. Com este conteúdo, serão desenvolvidas atividades que envolvam os participantes com outros públicos que possam aproveitar as informações repassadas.

Renato Souza Cintra, coordenador de Políticas para a Pessoa Idosa da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, explica que o Recorda SP é uma forma de agregar benefícios terapêuticos, como o estímulo à memória, além de oferecer oportunidades de socialização com outras gerações.

Os idosos que preencherem os questionários podem ser convidados a participar diretamente de aulas e palestras da rede pública de ensino, em rodas de conversa, oficinas e painéis em equipamentos de cultura, direitos humanos, ou saúde, sempre relacionados aos assuntos relatados no projeto.

O plano terá ações nas áreas de Saúde, Segurança e Educação:

  • Saúde: criação de uma rede especializada na saúde do idoso; implementação de ações intersecretariais a serem desenvolvidas nos Centros de Convivência e Cooperativa (CECCO); criação de programas de atividades voltadas para a promoção de saúde e qualidade de vida da população idosa nos parques municipais;
  • Segurança: criação de um canal de denúncias e ações de prevenção e proteção contra a violência sofrida por pessoas idosas;
  • Educação: criação de um programa de formação permanente sobre envelhecimento ativo, dirigido a agentes públicos, campanhas de sensibilização sobre o uso reservado de assentos para pessoas idosas, campanhas de sensibilização com a população usuária do transporte público sobre a atenção à pessoa idosa, com deficiência e mobilidade reduzida.

.

.

.

.

.

G1

mais lidas