Destaque Principal Entreternimento

Por onde andam? Hugo e Tiago relembram as dificuldades de 15 anos de carreira

Redação
Escrito por Redação

A dupla descoberta em um reality show falou da trajetória na música e de momentos inusitados que passaram, como uma ameaça da Ordem dos Gagos

Há 15 anos, a dupla Hugo e Tiago era unida por um reality show musical chamado “Fama”, que era comandado por Angélica na Rede Globo . Com os anos, eles emplacaram alguns hits, mas também sofrerem preconceito no meio musical por possuírem um estilo “caipira” e quase foram processados pela Ordem dos Gagos do Brasil por conta de uma das suas canções de maior sucesso.

Em um bate-papo com o iG , a dupla Hugo e Tiago relembrou sua trajetória e os momentos marcantes da carreira. “Esses 15 anos passaram muito rápido, a sensação que eu tenho é que a gente começou ontem”, comentou Tiago que viu sua vida mudar depois de participar do reality show na Globo .

“Antes do ‘ Fama ‘ era uma dificuldade tremenda, nem sei como expressar. Eu não falo isso para menosprezar minha família, mas eu já cheguei a dormir em cama com tijolo escorando por baixo, então hoje morar da forma que eu moro faz com que eu me sinta no lucro. Sou muito satisfeito com a vida que eu tenho”, afirmou o sertanejo que já fui garçom, mascate, vendedor de roupa e começou a carreira artística cantando no barzinho do pai.

Hugo e Tiago
Reprodução/TV Globo

Hugo e Tiago participaram do “Fama” na Rede Globo

Durante a competição musical, Hugo e Tiago não se apresentavam como dupla, a ideia dessa união surgiu depois. “O reality não é o suficiente para te manter na música, ele dá o primeiro impulso, ele te coloca a mostra, te colocar em uma vitrine. Depois é preciso ter uma boa equipe para te fazer crescer”, explicou Tiago.

Carreira solo deixou de ser um plano

O primeiro grande sucesso da dupla foi Apaixonado , versão brasileira de Imbranato , música de Tiziano Ferro que Tiago cantou na final do “Fama”. A versão nacional se tornou um hit e ficou quase um ano entre as três mais tocadas do Brasil . “Confesso que a gente nunca imaginava que fosse tomar essa proporção, a gente sabia que ia mudar algo na nossa vida porque foi uma oportunidade mágica, mas a dupla em si era um projeto de apenas um ano”, revelou Tiago.

A dupla acabou vingando, tanto que já estão juntos há 15 anos, e seguir carreira solo não é uma ideia. “A gente tem visto hoje em dia muitas duplas que se separam. As indiferenças acontecem, é algo normal e já vimos tantas duplas e grupos que se separam por ego, ganância, ambição, a gente nunca teve isso, graças a Deus. A minha ideia é que a dupla dure mais 60 anos, a não ser que o Hugo não queira, depois vou perguntar para ele”, disse Tiago aos risos.

Festival Sertanejo
Reprodução/SBT Tiago comandava com Hugo o “Festival Sertanejo” no SBT

 

Em 2014, os cantores tiveram uma nova oportunidade: apresentar o programa “Festival Sertanejo”, no SBT , junto com Chitãozinho e Xororó e Helen Ganzarolli. A experiência foi marcante porque anos antes, em 2000, Tiago esteve no SBT para participar de um quadro de imitação de Sandy e Junior no “Domingo Legal”, na época apresentado por Gugu Liberato. “Cheguei a final e perdi para um menino mais novo que eu, foi a Gretchen me desclassificou”, lembrou o cantor aos risos.

Preconceito na música

Atualmente o sertanejo é um dos estilos musicais mais populares do país, mas tanto Hugo quanto Tiago afirmaram que nem sempre foi assim. “Quando a gente formou a dupla não era modinha igual é hoje. Hoje a galera veste camisa xadrez e chapéu com orgulho, na nossa época tinha um preconceito, não existia Luan Santana, Jorge e Mateus, Fernando e Sorocaba. A gente sofreu muito preconceito por ser cantor sertanejo, erámos vistos como caipiras mesmo sendo jovem. Na época, eu tinha 20 anos e o Hugo tinha 23”, contou Tiago.

“ Tem cara que não sabe cantar uma Boate Azul, uma Saudade da Minha Terra, não sabe o que é isso e quer ser sertanejo

Esse cenário mudou com a onda do chamado “ sertanejo universitário ”. “Agora todo mundo quer ser cantor sertanejo, tem cara que não sabe cantar uma Boate Azul , uma Saudade da Minha Terra , não sabe o que é isso e quer ser sertanejo. Fico feliz com isso”, acrescenta o cantor que acredita que essa ascensão desse gênero musical acabou favorecendo a permanência da dupla no meio musical.

Gaguinho foi mal interpretado

Com a modernização do sertanejo, Hugo e Tiago decidiram apostar em músicas mais dançantes para se aproximar do público jovem. Um dos sucessos dessa nova fase da dupla foi Gaguinho , que soma milhões de visualizações do YouTube. O problema é que a canção dividiu opiniões e soou como ofensiva para algumas pessoas.

“A música fala de um gago, é divertida. Faz uns seis anos que gravei e ela chegou a levantar umas questões sobre a gagueira. Eu acho que a gente foi processado, pelo menos recebemos uma notificação da Ordem dos Gagos do Brasil , eles se ofenderam com a música”, contou Tiago.

Para o futuro, Hugo e Tiago sonham com novos projetos boas músicas. “Parceria sempre é bem vinda, a gente tem interesse e compartilha do mesmo sonho de gravar com o Milionário e também com o Chrystian & Ralf. Também temos um projeto formatado na cabeça que sonhamos em fazer. Queremos levar sentimentos positivos para as pessoas”, adiantou Hugo ao iG .

 

 

Sobre o autor

Redação

Redação