Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Por dívida com o INSS, estádio do Paulista de Jundiaí vai a leilão pela terceira vez

Publicado

em

Por dívida com o INSS, estádio do Paulista de Jundiaí vai a leilão pela terceira vez

Com lance mínimo de R$ 35 milhões, estádio Jayme Cintra volta a figurar em pregão por débito de cerca de R$ 1,3 milhão do clube com a União

Pela terceira vez em menos de cinco anos, o estádio Jayme Cintra, de propriedade do Paulista de Jundiaí, irá a leilão. O pregão será aberto na próxima sexta-feira e o lance mínimo é de pouco mais de R$ 35 milhões, valor pelo qual a área está avaliada.

O estádio foi a leilão em outras duas oportunidades, em abril de 2017 e em novembro do mesmo ano, mas terminaram sem lances. Desta vez, a venda pública é motivada por uma dívida do Paulista no valor de R$ 1,3 milhão com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A venda visa dar ao credor uma garantia de pagamento.

O estádio Jayme Cintra, que pertence ao Paulista, vai a leilão pela terceira vez — Foto: Reprodução

O estádio Jayme Cintra, que pertence ao Paulista, vai a leilão pela terceira vez — Foto: Reprodução

A realização do leilão foi determinada pela 2ª Vara Federal de Jundiaí e o pregão será exclusivamente online, com uma primeira etapa programada para iniciar nesta sexta-feira. Caso não seja arrematado até o dia 22 de novembro, o estádio volta a entrar em um segundo leilão cujo lance inicial equivale à metade do valor pelo qual o espaço está avaliado, ou seja, cerca de R$ 17,5 milhões.

Inaugurado em 1957, o estádio Jayme Cintra foi palco de momentos históricos da história do Paulista, como a primeira partida da final da Copa do Brasil de 2005 e jogos da Libertadores do ano seguinte. O maior público registrado no estádio foi em 1969, quando o Santos de Pelé venceu o Galo de Jundiaí por 2 a 1, sob o olhar de mais de 22 mil torcedores. Atualmente, a capacidade do estádio é de 13 mil pessoas.

A crise enfrentada pelo Paulista na última década levou o clube a uma série de rebaixamentos até chegar à quarta e última divisão estadual, da qual o Galo faz parte atualmente. Os problemas financeiros levaram o clube a rifar uma medalha do título da Copa do Brasil para pagar dívidas.

.
.
.
Globo Esporte

mais lidas