Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Polícia

Polícia prende suspeitos de participação na morte de jovem encontrada carbonizada

Publicado

em

Polícia prende suspeitos de participação na morte de jovem encontrada carbonizada

Três suspeitos foram detidos na manhã desta sexta-feira (27) em Assis (SP) e as investigações sobre a motivação do crime continuam.

A Polícia Civil prendeu na manhã desta sexta-feira (27) três suspeitos de participarem do assassinato da adolescente de 16 anos encontrada com partes do corpo carbonizadas, em Assis (SP), na segunda-feira (23).

Ainda não há informações sobre as circunstâncias em que os suspeitos foram presos, mas a polícia informou que a investigação sobre a motivação do crime continua. Foram identificados quatro envolvidos, sendo dois homens e duas mulheres, um ainda está foragido.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Marcelo Armstrong Nunes, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), a suspeita é de que a motivação do crime seja passional. Os suspeitos ainda devem ouvidos.

O corpo de Fabiana Martins foi encontrado por moradores na Zona Rural de Assis, na via conhecida como Estrada da Pinga. A vítima foi reconhecida no IML pelo padrasto por meio de uma tatuagem no braço e uma pulseira.

Crime premeditado

Crime contra adolescente achada carbonizada em Assis foi premeditado, diz polícia, delegado, Marcelo Armstrong Nunes, DIG  (Foto: TV TEM/Reprodução)

Crime contra adolescente achada carbonizada em Assis foi premeditado, diz polícia, delegado, Marcelo Armstrong Nunes, DIG (Foto: TV TEM/Reprodução)

Ainda de acordo com o delegado, há indícios de que Fabiana sofreu violência e pode ter morrido por estrangulamento. Além disso, a suspeita é de que o crime foi premeditado.

“Aparentemente, há sinais de agressão na face e existe a suspeita que ela possa ter sido estrangulada. Como havia um vasilhame com querosene ao lado do corpo, trabalhamos com a hipótese de crime premeditado, com planejamento”, explica.

O delegado ressalta, no entanto, que a investigação ainda aguarda o laudo necroscópico do Instituto Médico Legal (IML), que deve ser concluído em até 15 dias após a morte.

mais lidas