Destaque Principal Mundo

Polícia prende suspeitos de decapitar professor que mostrou caricatura de Maomé

REPRODUÇÃO | (IG)
Redação
Escrito por Redação

Presidente francês, Emmanuel Macron, foi ao local da ocorrência e o julgou como atentado terrorista islamista

Mais quatro suspeitos de terem participado do assassinato de um professor que mostrou caricaturas de Maomé aos seus alunos foram detidos na França. As prisões aconteceram entre a noite desta sexta-feira (16) e a madrugada deste sábado (17). Ao todo, nove pessoas foram detidas e o homem apontado como o responsável por decaptar a vítima morreu em confronto com a polícia.

Dois pais de alunos do instituto onde o professor atuava estão entre os presos. Outras três pessoas próximas ao agressor e mais quatro familiares dele, incluindo um menor de idade, foram detidos pelo crime.

O professor foi morto nesta sexta-feira (16), próximo à escola onde o professor trabalhava em Conflans-Sainte-Honorine . A cidade conta com cerca de 35 mil habitantes e fica a 50 quilômetros de Paris .

O presidente francês, Emmanuel Macron , foi ao local da ocorrência e julgou o crime como um atentado terrorista islamista.

.

 

.

 

.

 

IG

Sobre o autor

Redação

Redação

%d blogueiros gostam disto: