Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Polícia descarta crime em morte de homem que foi encontrado com corpo comido por gatos

Publicado

em

Polícia descarta crime em morte de homem que foi encontrado com corpo comido por gatos

Delegado acredita que ele morreu de causas naturais, vários dias antes de ser encontrado. Mãe da vítima – uma idosa de 80 anos que sofre de esquizofrenia – também estava na casa e foi levada ao pronto-socorro.

Corpo foi levado para o IML para averiguar a causa da morte (Foto: Jorge Silva/Gazeta de Votorantim)

Corpo foi levado para o IML para averiguar a causa da morte (Foto: Jorge Silva/Gazeta de Votorantim)

A Polícia Civil de Votorantim (SP) descartou a possibilidade de ter havido crime na morte de um homem de 43 anos que foi encontrado com o corpo comido por gatos em casa, no bairro Monte Alegre. A mãe dele – uma idosa de 80 anos e diagnosticada com esquizofrenia – estava sentada ao lado do corpo, sem entender o que havia acontecido.

A morte foi descoberta pela sobrinha da vítima na noite do último sábado (22), quando chegou para fazer uma visita. Ela encontrou o imóvel fechado e, quando conseguiu entrar, viu o corpo do tio na cama.

Mãe e filho moravam sozinhos no imóvel e criavam vários gatos. De acordo com informações do boletim de ocorrência, os animais já tinham comido parte da cabeça do homem, que estava em avançado estado de decomposição.

A polícia acredita que, com a morte do homem e a casa fechada, os animais ficaram sem ter acesso a comida. Em entrevista ao G1, o delegado Paulo Neves afirma que não há indícios de que houve um crime. “Quando há um crime, a primeira coisa que chama a atenção é se há sangue pela casa, móveis arrastados, mas tudo estava intacto. Por isso, acreditamos que ele tenha morrido de causas naturais, enquanto dormia.”

O resultado do laudo do Instituto Médico Legal (IML) vai confirmar a causa da morte e apontar há quantos dias ela ocorreu.

Uma parente do homem, que não quis se identificar, disse que ele era diabético e que, em novembro do ano passado, já havia passado mal por conta da doença, mas conseguiu pedir ajuda na época pelo celular. “Acreditamos que agora ele estivesse dormindo e não conseguiu pedir ajuda. Quanto à tia, ela era doente e não teve noção do que aconteceu.”

A idosa passou por atendimento médico no Pronto Atendimento de Votorantim ainda na noite de sábado e depois foi levada para a casa de parentes.A família teve que desocupar todo o imóvel para poder higienizar o local por conta do mau cheiro.

mais lidas