Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Planalto anuncia Aloysio Nunes como novo ministro das Relações Exteriores

Publicado

em

Planalto anuncia Aloysio Nunes como novo ministro das Relações Exteriores

Senador do PSDB vai suceder José Serra, que pediu demissão da chefia do Itamaraty em 22 de fevereiro por ‘problemas de saúde’; anúncio ocorreu após Aloysio se reunir com Temer no Planalto.

O Porta-voz da Presidência, Alexandre Parola, anunciou nesta quinta-feira (2) a nomeação do líder do governo no Senado, Aloysio Nunes (PSDB-SP), para o comando do Ministério das Relações Exteriores. Ele deve tomar posse no primeiro escalão na próxima terça-feira (7).

A confirmação de Aloysio como novo ministro ocorreu após o parlamentar tucano se reunir, na tarde desta quinta, com o presidente Michel Temer no Palácio do Planalto. O senador de São Paulo foi indicado para o primeiro escalão pela direção do PSDB.

No rápido pronunciamento no Palácio do Planalto (leia a íntegra ao final desta reportagem), Parola ressaltou a trajetória política do novo ministro no Legislativo e no Executivo com “engajamento nas causas da diplomacia brasileira e na agenda internacional” do Brasil.

“O presidente da República indicou, na tarde de hoje [quinta], o senador Aloysio Nunes Ferreira, de São Paulo, para assumir o Ministério das Relações Exteriores”, declarou Parola.

O porta-voz destacou que Aloysio já exerceu a presidência da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado.

Ele afirmou ainda que a experiência do tucano no comando da comissão é um “exemplo claro do elevado valor e das importantes contribuições” que o senador do PSDB “traz para a promoção e a defesa dos interesses de nossa política externa”.

O cargo de ministro das Relações Exteriores estava vago desde 22 de fevereiro, quando o então titular da pasta, José Serra (PSDB-SP), pediu demissão. Em carta entregue pessoalmente a Temer, Serra justificou a saída do governo por “problemas de saúde”.

Serra estava no cargo desde maio do ano passado, quando Temer assumiu interinamente o comando do Palácio do Planalto. Após deixar a chefia do Itamaraty, José Serra retomou seu mandato de senador por São Paulo.

Após o anúncio da sua nomeação para o comando do Itamaraty, Aloysio Nunes usou a sua conta pessoal em uma rede social para dizer que aceitou o convite “consciente da responsabilidade”.

Ele afirmou ainda que acredita que a pasta poderá contribuir para que o país saia da crise econômica.

“Eu penso que a política externa, nesse momento em que o Brasil começa a sair de uma crise profunda, pode dar uma grande contribuição, especialmente na área econômica, na área do comércio internacional, na área de investimentos para trazer mais investimentos, prosperidade e mais empregos para o Brasil”, disse.

Para ele, um dos desafios será “dar nova vida ao Mercosul e aproximar o Mercosul dos países da Aliança para o Pacífico”. Ele defendeu também estreitar laços com a União Europeia. “A União Europeia pode dar uma nova oportunidade com a inserção mais competitiva do Brasil no mundo”, declarou.

Suplente no Senado

A ida de Aloysio Nunes para o Itamaraty vai deixar uma cadeira vaga no Senado. O primeiro suplente do parlamentar tucano, o ex-deputado Airton Sandoval (PMDB-SP), será convocado para tomar posse como senador e terá 60 dias – prorrogáveis por mais 30 – para assumir a cadeira.

Sandoval foi indicado pelo PMDB para a vaga de primeiro suplente de Aloysio Nunes na eleição de 2010, após o ex-governador Orestes Quércia (PMDB-SP) deixar a corrida por uma cadeira no Senado para tratar um câncer.

Aliado próximo de Quércia e quadro histórico do PMDB, Sandoval exerceu quatro mandatos consecutivos de deputado federal. Em 1990, se elegeu apenas suplente de deputado, mas chegou a exercer parcialmente o mandato.

Se o primeiro suplente não tomar posse em até 90 dias, o Senado vai convocar a segunda suplente, Marta Maria Freire da Costa.

Pronunciamento

Leia abaixo a íntegra do pronunciamento no qual foi anunciado o nome de Aloysio Nunes para o comando do Ministério das Relações Exteriores:

O presidente da República indicou, na tarde de hoje, o Senador Aloysio Nunes Ferreira, de São Paulo, para assumir o Ministério das Relações Exteriores.

Homem público de larga experiência política, seja no Legislativo, seja no Executivo, o Senador Aloysio Nunes Ferreira tem uma longa trajetória de engajamento nas causas da diplomacia brasileira e na agenda internacional do Brasil.

Seu período como Presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado Federal é exemplo claro do elevado valor e das importantes contribuições que o Senador Aloysio Nunes Ferreira traz para a promoção e a defesa dos interesses de nossa política externa.

Ao desejar-lhe êxito em sua missão, o Presidente Michel Temer reitera a confiança que já lhe manifestou hoje pessoalmente em sua ampla capacidade de chefiar o Itamaraty.

mais lidas