Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Polícia

PF e Receita Federal encontram cocaína em colete e mochilas e diamantes em cinto de passageiros em aeroporto de SP

Publicado

em

PF e Receita Federal encontram cocaína em colete e mochilas e diamantes em cinto de passageiros em aeroporto de SP

Ação conjunta da Polícia Federal (PF) e Receita Federal encontrou na madrugada desta quinta-feira (11) drogas dentro de colete e mochilas de passageiros e até pedras preciosas escondidas no cinto de um idoso no Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo.

Dois homens foram presos em flagrante por tráfico internacional de drogas porque pretendiam levar 8 kg de cocaína para o exterior, segundo os agentes da PF.

E um homem de 75 anos irá ter de comprovar que os diamantes que carregava são de origem lícita. Ele foi liberado depois. Os entorpecentes e as joias foram apreendidos.

4 kg em colete

 

Policiais federais encontraram 4 kg de cocaína dentro de um colete que um brasileiro vestia. O homem, de 52 anos, iria embarcar para Lagos, na Nigéria.

4 kg de cocaína em mochilas

 

Ação conjunta da Receita Federa e PF deteve boliviano que levava cocaína escondida em fundo falso de mochilas — Foto: Divulgação/PF

Ação conjunta da Receita Federa e PF deteve boliviano que levava cocaína escondida em fundo falso de mochilas — Foto: Divulgação/PF

Fiscais da Receita Federal usaram cães farejadores para encontrarem 4 kg de cocaína dentro de fundos falsos de duas mochilas. O dono da bagagem, um boliviano, foi preso pela Polícia Federal. Ele pretendia embarcar para Cape Town, na África do Sul.

Diamantes em cinto

 

Diamantes encontrados em cinto de idoso — Foto: Divulgação/ PF
Diamantes encontrados em cinto de idoso — Foto: Divulgação/ PF

Um idoso brasileiro foi abordado por funcionários da Receita Federal com diamantes escondidos no cinto que usava. Como ele não declarou as pedras preciosas na sua chegada de Dubai, nos Emirados Árabes, foi levado à delegacia da PF.

As pedras preciosas foram avaliadas em US$ 30 mil (algo em torno de R$ 165 mil) foram apreendidas. O homem foi liberado para tentar comprovar que adquiriu as joias de maneira lícita.

.

.

.

.

G1

mais lidas