Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Perez vence GP de Mônaco marcado por atraso e emoção na reta final

Verstappen, o companheiro de equipe do mexicano, terminou em terceiro

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

Verstappen, o companheiro de equipe do mexicano, terminou em terceiro

Sergio Perez venceu um Grande Prêmio de Mônaco marcado pelo atraso em função da chuva, pelos acidentes que interromperam a prova e por uma reta final emocionante com sua Red Bull neste domingo (29) para “realizar um sonho”, enquanto Charles Leclerc, da Ferrari, viu o seu evaporar pelo caminho.Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no AmazonasGoverno enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

Max Verstappen, o companheiro de equipe do mexicano, terminou em terceiro e ampliou para nove pontos sua distância no topo da tabela no campeonato da Fórmula 1 sobre Leclerc, que cruzou a linha de chegada em quarto, após sete provas disputadas. Carlos Sainz, da Ferrari, foi o segundo colocado pelo segundo ano consecutivo.

Leclerc largou na pole position, mas a Ferrari foi superada na estratégia e ultrapassada pelos pilotos da Red Bull durante os pitstops.

O piloto ao menos acabou com uma sequência ruim e se tornou o primeiro monegasco a marcar pontos em uma GP em Mônaco desde que Louis Chiron terminou em terceiro em 1950, ano em que a Fórmula 1 começou. Mas a corrida de Leclerc prometia mais neste domingo.

A vitória foi a terceira da carreira de Perez e a segunda dele pela Red Bull, e terminou com uma emocionante perseguição na reta final em um traiçoeiro circuito de rua onde a diferença entre sucesso e fracasso é medida em milímetros.

Os quatro primeiros que cruzaram a bandeira quadriculada estavam separados por meros 2.9 segundos. “Somos nós! Vamos, vamos”, gritou Perez ao cruzar a linha de chegada 1.1 segundos à frente de Sainz, com Verstappen mais 0.3 segundos atrás. “É um sonho que se tornou realidade”, disse. “Depois da prova em seu país, esta é a corrida mais especial para se vencer.”

A prova, cujo futuro está sendo cada vez mais questionado à medida que a Fórmula 1 se expande para novos países nas Américas e no Oriente Médio, foi duas vezes interrompida com bandeira vermelha e caiu das 77 voltas programadas para apenas 64 em função do tempo.

Perez foi apenas o terceiro piloto a vencer uma corrida nesta temporada, com Verstappen vencendo quatro das seis anteriores e Leclerc as outras duas.

Agencia Brasil

mais lidas