Destaque Principal Dia a Dia

Paulistanos protestam contra Doria e quarentena

Redação SP
Escrito por Redação SP

Manifestantes fizeram, neste sábado (18), uma carreata contra as medidas de isolamento adotadas pelo governo de São Paulo como forma de impedir o avanço da contaminação pelo novo coronavírus.

O protesto começou por volta das 12h, próximo da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), percorreu mais de 10 km, e terminou cerca de oito horas depois, na Ponte Estaiada, na zona sul de São Paulo.

Além do fim da quarentena, manifestantes levaram cartazes, faixas e entoavam gritos pedindo da saída do governador paulista, João Doria. O protesto também contava com apoio ao presidente Jair Bolsonaro.

Segundo os manifestantes, a defesa do isolamento social prejudica a economia brasileira, sobretudo em São Paulo, que é responsável por 10,6% do PIB (Produto Interno Bruto) do país.

Liderado pelo Movimento Avança Brasil, o ato chegou a interditar vias importantes da capital paulista, como a avenida Paulista.

Segundo a Polícia Militar, que acompanhou todo movimento, o ato foi pacífico e não fez uma estimativa de quantos veículos participara da carreata.

Quarentena estendida

Na última sexta-feira (17), o governador João Doria anunciou a prorrogação da quarentena no Estado. As medidas de isolamento, que terminaria na próxima quarta-feira (22), foram estendidas para o dia 10 de maio.

O isolamento social começou em todos os 645 municípios paulistas em 24 de março, na tentativa de reduzir a transmissão do novo coronavírus.

Em entrevista coletiva, no Palácio dos Bandeirantes, João Doria justificou a decisão como forma de “evitar o colapso” dos sistemas de saúde público e privado.

 

 

por R7

Sobre o autor

Redação SP

Redação SP

%d blogueiros gostam disto: