Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Para “atacar” R$ 500 mil de juros por dia útil, venda de shopping vira tema central no Atlético-MG

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

As dívidas do Atlético-MG serão analisadas pelo Conselho Deliberativo em uma reunião de abril, obrigatória. Entretanto, nesta quinta-feira, último dia de março, o órgão se reuniu para começar a atacar os juros que corroem o clube em R$ 500 mil por dia útil. São cerca de R$ 10 milhões por mês. Um problema de urgência com uma solução apresentada: alienar o restante do Diamond Mall.

O apurou com algumas fontes que participaram da reunião do conselho deliberativo para entender alguns detalhes e bastidores do encontro na sede de Lourdes, no dia 31 de março. A E&Y, consultoria que auxilia o Galo na gestão, foi quem apresentou a dinâmica da dívida, sem dar, entretanto, o número total do passivoNos bastidores das conversas informais dos conselheiros, a informação é que a dívida global do Atlético está na casa dos R$ 1,4 bilhão.
Sede de Lourdes - Atlético-MG — Foto: Fred Ribeiro

Sede de Lourdes – Atlético-MG — Foto: Fred Ribeiro

Por outro lado, uma parcela considerável desse valor é considerado saudável. A dívida do Atlético está dividida em três naturezas: apoiadores, impostos (Profut) e a dívida podre que está na casa dos R$ 700 milhões. As dívidas do Galo:

  1. Débitos históricos e com instituições financeiras (“dívida podre”).
  2. Impostos e o Profut, já parcelado (cerca de R$ 1,2 mi/mês).
  3. Empréstimos feitos pelas famílias Menin e Guimarães.

 

Em um período de 10 anos, só de juros, o Atlético pagou R$ 480 milhões. Em contrapartida, a receita anual do Galo com o Diamond Mall é na casa dos R$ 10 milhões.

 

.

.

.

.

.

GE

mais lidas