Siga nossa Redes

Destaque

Palmeiras troca presentes de Natal com o América-MG e terá de mostrar mais em Minas

esportes

Publicado

em

Palmeiras troca presentes de Natal com o América-MG e terá de mostrar mais em Minas

Verdão sofre com erro bizarro de Emerson Santos e conta com gol de lateral para empatar

 

O Palmeiras não fez valer seu retrospecto recente em casa no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil, contra o América-MG, no Allianz Parque. Na última quarta-feira, o time de Abel Ferreira parou no bom esquema defensivo armado por Lisca e ficou no 1 a 1 com o Coelho. O jogo que definirá o finalista será na próxima quarta, às 21h30, em Belo Horizonte.

Em clima de Natal antecipado, Emerson Santos deu um grande presente para o América-MG e todos os seus torcedores. A tentativa bizarra de cruzar a bola na área palmeirense foi um resumo de um início de jogo ruim e pouco ligado dos donos da casa.

Ademir agradeceu a assistência do zagueiro e abriu o placar contra Weverton, que já havia salvado o Verdão no primeiro lance do jogo em uma jogada rápida dos mineiros com um pouco de indecisão de Gustavo Scarpa e Emerson Santos.

Para ter um time mais inteiro em campo, Abel Ferreira escalou o Palmeiras com mudanças. Saíram Luan, Matías Viña e Danilo, Gustavo Scarpa foi para a lateral esquerda, Zé Rafael voltou para o meio de campo e Willian completou o ataque. Uma alternativa da comissão técnica para enfrentar um calendário apertado ainda mais depois de ter utilizado força máxima no Campeonato Brasileiro.

– Opções do treinador. Temos intensas competições. Antes de eu chegar, Viña tinha feito 18 jogos seguidos, então é difícil manter o rendimento técnico, tático e físico, afeta o mental também. Temos o calendário congestionado, a pandemia obrigou ter jogo atrás de jogo, sem descansar, temos de nos sacrificar, não dá para descansar. Foram opções como serão em outros jogos – explicou o treinador.

– Não penso muito nisso, penso com a equipe técnica sobre o adversário, com saúde e performance ver quem está apto para começar o jogo. E não começamos só com 11 que entram, temos cinco trocas a fazer, tem o acréscimo de estudar essa questão física agora também. Se conseguir substituir, vai ter os jogadores prontos para o próximo jogo. Quem não conseguir, tem grande possibilidade de lesões. Todo mundo se queixa do mesmo. Com calendário tão apertado é impossível não ter lesões – completou.

Em campo, porém, o time alviverde sofreu com uma boa linha de marcação do adversário que dificultou muito a saída de bola. O que se viu foram muitas tentativas de ligações diretas e um empate em uma jogada que não teve nada de organização.

Gustavo Gómez partiu para o ataque e desviou de cabeça um arremesso de lateral de Marcos Rocha para surpreender e marcar. Um presente de retribuição da defesa do América-MG.

 

Palmeiras x América-MG, comemoração do gol de Gustavo Gómez — Foto: Marcos Ribolli

Palmeiras x América-MG, comemoração do gol de Gustavo Gómez — Foto: Marcos Ribolli

 

Depois do intervalo, o Verdão pressionou e não levou grandes sustos do América. Luiz Adriano desperdiçou a melhor oportunidade da partida, em lance que teve mérito também do goleiro Matheus Cavichioli. Mas, no geral, um empate comemorado com justiça pelos visitantes e com a sensação de que poderia ter sido muito melhor para os donos da casa.

Com problemas na armação, o Palmeiras ficou quase que dependente de Gabriel Menino. Outra opção foi Marcos Rocha, alternativa constante na saída de bola. Faltou a intensidade de antes para combater no meio.

Essa intensidade será fundamental para a partida no Independência.

 

Antes 100% com Abel Ferreira no Allianz Parque, os palmeirenses terão de buscar a vaga fora de casa. Nos últimos seis jogos como visitante, apenas uma vitória: contra o Delfin, no Equador – o time perdeu para Goiás e Internacional e empatou com Ceará, Santos e Libertad.

Longe de ter conquistado um bom resultado em São Paulo, o Verdão continua vivo e com chances de avançar para a final da Copa do Brasil. Precisa de uma vitória simples no Independência, mas também necessita ter atenção contra um América-MG que mostrou força e que não sonha por acaso com uma classificação.

.

.

.

GE – Globo esporte

Publicidade

mais lidas