Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Pablo se vê na melhor fase da carreira e diz poder jogar com Diego Souza no São Paulo

Publicado

em

Pablo se vê na melhor fase da carreira e diz poder jogar com Diego Souza no São Paulo

Reforço é apresentado, veste a camisa 12 e afirma sonhar ganhar a Libertadores

Pablo vestiu a camisa 12 do São Paulo ao ser apresentado nesta quinta-feira, no CT da Barra Funda.

Protagonista ao lado de Hernanes entre as sete contratações, o centroavante se transferiu ao Morumbi depois de temporada de destaque pelo Athletico, pelo qual fez 18 gols em 51 jogos e conquistou a Sul-Americana.

– Acho que estou no melhor momento da minha carreira. Muito feliz por estar vestindo a camisa do São Paulo. Sei das responsabilidades que terei. É ajudar a fazer história – disse Pablo.

– É um clube vencedor. Três vezes campeão da Libertadores, do Mundial. O (Alexandre) Pássaro (gerente executivo de futebol) falou comigo num jogo que tivemos no Morumbi (empate sem gols em outubro). Ele foi lá com o Bruno Alves. E ali senti que eles queriam o meu futebol. Ele não deixou claro, mas eu senti. Estou muito contente mesmo de vestir a camisa do São Paulo. O projeto a longo prazo do São Paulo. Para mim é um desafio e espero ser campeão no clube – afirmou.

Em outubro, quando São Paulo e Atlético-PR empataram sem gols pelo Brasileirão, Pablo disse ao volante Wellington, formado no Tricolor, que um dia jogaria no clube do Morumbi.

Naquele dia, depois de toda a delegação do Furacão sair do estádio, Pablo voltou sozinho ao Morumbi e na sequência foi embora. Nesta quinta-feira ele explicou o que ocorreu:

– Eu tinha esquecido a carteira. E não ia entrar no avião sem os documentos. Ali você entra no vestiário e vê foto do Raí, dos ídolos. Eu estava com o Wellington e eu disse que ia jogar aqui um dia. Aí o Raí me ligou, me mandou uma mensagem. Uma alegria muito grande jogar aqui. Esse dia chegou (risos).

Presidente Leco entrega camisa 12 para Pablo, e goleiro Tiago Volpi recebe o número 23 de Raí — Foto: Marcelo Hazan

Presidente Leco entrega camisa 12 para Pablo, e goleiro Tiago Volpi recebe o número 23 de Raí — Foto: Marcelo Hazan

Pablo assinou contrato com o São Paulo até o fim de 2022. O Tricolor pagará 6 milhões de euros (R$ 26,6 milhões) pelo centroavante e poderá pagar mais 1 milhão de euros de bônus por metas cumpridas.

Veja outros trechos da entrevista de Pablo

Família são-paulina

– É uma história bem legal do meu avô. Meu pai fala que tudo que tenho de jogador vem do meu avô. Meu avô não mexe no telefone, não tem. Ele pediu para minha avó ligar. Primeira coisa que ele pediu foi para a minha avó tirar a camisa branca do São Paulo, que já estava ficando meio amarela, para lavar e só usar ela.

Temporada no Athletico foi fora da curva

– Já fiz outras boas temporadas. No Japão, no Figueirense. Fiz outros grandes anos no Athletico. Em 2017 tive um problema pessoal, tudo resolvido. Em 2018 claro foi o melhor ano. E espero estar em evolução.

Leco, Pablo, Tiago Volpi e Raí em apresentação do São Paulo — Foto: Marcelo Hazan

Leco, Pablo, Tiago Volpi e Raí em apresentação do São Paulo — Foto: Marcelo Hazan

História do São Paulo

– Desde pequeno eu vi o São Paulo ser campeão, e espero ser campeão aqui também.

Ganhar Libertadores no São Paulo

– Fui muito feliz ano passado. Hoje estou numa nova etapa, um novo ciclo. É um sonho ser campeão da Libertadores. E ser campeão pelo clube que mais ganhou, é uma emoção maior. Temos tudo para fazer um grande ano. A equipe está ganhando corpo. Tenho certeza que a equipe vai fazer um grande ano. Espero, sim, ser campeão da Libertadores.

mais lidas